O que achei de Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1
24 de novembro de 2014 | Arquivado em: Vídeos

Jogos Vorazes - A Esperança: Parte 1

Vi Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1 na quarta-feira passada e desde o dia da sessão, fiquei doida para falar o que achei do filme. Não queria dizer muita coisa, principalmente porque existem pessoas que não leram os livros, mas contei um pouco do que achei e do que podemos esperar do próximo filme.

Você já viu? O que achou? Se ainda não viu, qual sua expectativa?


YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , ,





Rota dos Livros: A Vez de Morrer – Parte 1
22 de novembro de 2014 | Arquivado em: Rota dos Livros

Há algum tempo estava querendo fazer uma rota dos livros. Então você se pergunta, o que seria isso? É simples, consiste em escolher alguns lugares que um determinado autor tenha mencionado em algum livro e visitá-los. E o primeiro livro que escolhi foi, a última resenha que fiz aqui no blog, A Vez de Morrer da Simone Campos.

O livro é ambientado, na maior parte, no Rio de Janeiro e em Araras, mas Izabel, a personagem principal, cita muitos lugares de Petrópolis, onde passa para ir para Araras. E na quinta-feira, aproveitando o feriado, fui visitar Petrópolis para ver alguns lugares que a protagonista havia passado e falado no livro.

Hotel Quitandinha

Simone cita o Hotel Quitandinha quando explica o motivo de Araras ter o nome que tem, que é por causa de uma tribo indígena. O hotel antigamente era um cassino e uma casa com diferentes atrações. Visitá-la é fazer um verdadeiro tour ao passado! A entrada é gratuita, mas para ter um guia explicando a história e como funcionava cada cômodo – e são muitos! – custa apenas 10 reais.

A tribo dera nome a uma fazenda do mesmo empresário que construíra o Hotel-Cassinho Quitandinha em Petrópolis: Joaquim Rolla, dono também do Cassino da Urca. Com o fim do jogo no Brasil, a fazenda fora desmembrada e seus lotes foram vendidos via banco Denasa, com a ajuda de Juscelino Kubitschek.

Hotel Quitandinha

Hotel Quitandinha

Hotel Quitandinha

Hotel Quitandinha

Hotel Quitandinha

Casa de Santos Dumont

A casa de Santos Dumont é pequena e encantadora. Ele foi um inventor e tanto! Dentro da casa é possível encontrar uma escada feita especialmente para um canhoto e ver que Dumont não precisava de muito para viver, como a cama que virava mesa e o banheiro funcional, com o sistema de chuveiro que ele mesmo havia criado. A visita é bem rápida, por ser um lugar pequeno, e custa 8 reais a entrada.

Izabel tinha vindo mais de uma vez com a escola ver o Museu Imperial e a casa de Santos-Dumont. Nessas excursões, Izabel sempre era lembrada por uma amiguinha mais sonhadores de que tinha “nome de princesa”. Já havia até visitado o Quitandinha, com Marta.

Casa de Santos Dumont

Casa de Santos Dumont

Rua Teresa

A rua Teresa é bem conhecida pelos turistas por ser um ótimo lugar para comprar roupas. A rua é longa e cercada de lojas de todos os tipos, marcas e acessórios. Izabel também foi lá para comprar algumas peças que precisava!

O primeiro mês passou rápido. Ironicamente, dois dias depois do primeiro salário, apareceu em sua conta o pagamento da editora de Nesser. Então Izabel tirou um dia para visitar a rua Teresa.

Rua Teresa

Gostaram do post? Essa foi a primeira parte dos lugares que a Simone fala em seu livro, minha primeira ida a Petrópolis e o primeiro passeio que meu marido e eu fazemos de moto! Foi bem divertido e queremos voltar, e na próxima vez, visitaremos todos os outros lugares que ficaram faltando.


Tags: , , , , ,





Sorteio de Sábado #5
22 de novembro de 2014 | Arquivado em: Sorteio

Há algum tempo li o livro do Barreto e fiquei encantada com a história que ele havia criado. Escrevi uma resenha (aqui) onde tentei mostrar inúmeros motivos pelos quais todos precisamos ler este livro, mas o maior deles é que o autor soube mostrar o ímpeto do ser humano em sua escrita de uma forma sem igual. Vale a leitura e vale participar do Sorteio de Sábado!

Filhos do Fim do Mundo

a Rafflecopter giveaway

Atenção!

• Para participar, é obrigatório ter um endereço de entrega no Brasil;
• A promoção tem início no dia 22/11/2014 e terminará no dia 08/12/2014;
• O sorteio é feito pelo Rafflecopter;
• Caso o sorteado não responda o e-mail em três dias, será realizado um novo sorteio;
• O prêmio será enviado pela dona do Pronome Interrogativo em até 30 dias úteis;
• O participante que não seguir as regras e for escolhido será desclassificado e terá a participação desconsiderada sem aviso prévio.
• Qualquer dúvida: contato@pronomeinterrogativo.com

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , ,





Livros que quero ler antes de 2014 acabar
20 de novembro de 2014 | Arquivado em: Vídeos

Livros que quero ler antes de 2014 acabar

O ano está chegando ao fim e ainda existem resquícios de alguns livros que estão encalhados na estante há algum tempo. É por isso que fiz um vídeo falando de alguns livros que quero ler antes de 2014 acabar. E juro que o ano não acaba antes das minhas leituras terminarem!

E vocês, já sabem quais são as leituras que não passam de 2014?


YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , ,





A Vez de Morrer por Simone Campos
16 de novembro de 2014 | Arquivado em: Resenhas
A Vez de Morrer

Título: A Vez de Morrer
Autor: Simone Campos
Editora: Companhia das Letras
Skoob: Adicione!
Onde comprar: CULTURA | AMAZON | SARAIVA | SUBMARINO*
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Quando Izabel voltou a passar seus fins de semana em Araras, a casa da família estava praticamente abandonada. Desde a morte do avô, Izabel e sua mãe pouco se interessaram pelo lugar. A mãe, inclusive, sempre achou que a casa precisava ser vendida. Nas duas últimas décadas, a região serrana do Rio de Janeiro se convertera num veraneio para ricos e famosos, e pouco lembrava a Araras de antigamente, com seus sítios e chácaras familiares. O terreno, hipervalorizado como tudo no Estado do Rio, acertaria de vez a vida das duas. O que poderia vir a calhar, principalmente para Izabel, que vem descobrindo na pele as agruras de trabalhar como freelancer. Entre pagamentos atrasados e a escassez generalizada de serviços, pouco resta a ela senão distrair a cabeça na casa de Araras. E um fim de semana na serra logo vira outro e outro e outro. Aos poucos, o ar de abandono vai dando lugar a uma casa viva, como se aquelas ruínas estivessem sendo reconstruídas pela memória de Izabel. Sem perceber, ela se vê praticamente morando na serra.

A Vez de Morrer é um romance bastante peculiar. Uma vez que comecei a leitura, não sabia exatamente onde a autora queria chegar, de fato, mas depois de algumas páginas, de conhecer algumas características da personagem principal e das pessoas que a rodeavam, acabamos entendendo seu objetivo.

Izabel é uma designer e estava morando no Canadá quando recebeu a notícia que o avô, que morava em Araras, havia morrido. Izabel volta para o Rio de Janeiro, começa a trabalhar na Vale e fica morando com a mãe, mas começa a visitar o sítio que tinha herdado. No início, precisou fazer grandes reparos para deixá-lo habitável, mas depois as visitas eram mais para uma manutenção. A vida na pequena cidade e a necessidade de um lugar para chamar de seu foram atraindo Izabel e então ela resolve mudar seus hábitos.

Depois de adolescente, quase não ia mais. Preferia praia. Quer dizer, na época do Ivan até vinha, trepar atrás das moitas. Mas isso fazia anos, e ela sem carro próprio nem disposição para se arrastar para lá. Aí, foi viajar. Aí, o avô morreu.

Nas idas ao sítio, Izabel conhece muitas pessoas que também conheciam o avô e esta foi uma oportunidade de saber como ele se portava, porque foi para lá por não aguentar a saudade que a esposa havia deixado. Mas estas pessoas que Izabel vai lidando ao longo da história só tornam a narração mais rica em detalhes, cada personagem atribui uma nova característica e contribui para nossa própria conclusão do livro.

Araras não é um lugar essencialmente bucólico, já que o livro se passa nos dias de hoje. A autora adiciona a questão religiosa, por ser uma área cheia de novas igrejas e denominações de todos os tipos e gostos, coloca também a questão de uma nova forma de se empregar, onde os jogos podem ser uma fonte de renda, mas também, ainda com esses elementos, encontramos pessoas bitoladas, que apesar de todas as mudanças, são hipócritas e só sabem julgar.

Ao longo das 256 páginas, passamos praticamente um ano ao lado de Izabel. Conhecemos seus hábitos, suas manias, suas esperanças, mas também conhecemos suas tristezas. O fato do pai ter largado a mãe para viver ao lado de uma mulher mais nova, da pequena Izabel nunca ter se dado bem com a mãe, por gostar de ficar sozinha, por não aceitar que tinha um quê depressivo nas suas atitudes desde de muito nova. Ela também precisa enfrentar a homofobia, já que é bissexual.

Foi fácil perceber que uma das vertentes do texto era o relacionamento. A forma como nos relacionamos hoje, através das redes sociais e aplicativos, mas principalmente como as pessoas ao redor julgam somente por aquilo que acham que sabem. E esse foi um ótimo ponto a ser tratado, já que Izabel tem um estilo de vida diferente das pessoas de Araras, que são bastante conservadoras e isso, o ser diferente, os assustava. O choque cultural, mesmo ela sendo brasileira, foi grande pois vivia no Canadá onde a liberdade de ser como quisesse se mostrava muito maior e muito mais fácil de lidar.

A Vez de Morrer

Simone escreve de uma forma única. A autora trata de assuntos polêmicos, mas de uma forma verdadeira, nua, crua, sem a magia da Disney que muitos autores criam, algo realmente maduro. Isso é legal, porque todos somos humanos e temos nossos problemas e desafios. A Vez de Morrer não é um livro complexo, mas é bom lembrar-se que muitos autores usam elementos do próprio tempo para descrever nossas atitudes e realidade, como a própria Simone o fez. Além disso, a autora trata de algo que vem sendo muito recorrente e podemos ver em outro livro, também da Companhia das Letras, o Dias Perfeitos, do Raphael Montes, que é a fuga da cidade. A protagonista tem 25 anos, não é casada, não é rica, mas quer ser independente e ter o próprio local para viver sozinha, mas é algo bem difícil, já que os preços dos imóveis estão cada vez mais altos. Convenhamos, essa é uma realidade que muitas pessoas da idade da Izabel e até mesmo da minha, passam. É por isso que o êxodo urbano pode ser a chave para uma possível independência.

Essa é aquela leitura que tem elementos palpáveis, mas a autora soube tratar de uma forma tão boa que se tornaram leves. Se você gosta de livros com personagens que são quase de carne e osso, essa é uma boa pedida. Não é um livro feito para todas as idades, acredito que este poderia ser quase um new adult brasileiro, tratando de temas pertinentes para nossa sociedade.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , ,





TOP 5: Próximas estreias que todo nerd precisa ver
10 de novembro de 2014 | Arquivado em: Top 5

Se tem uma coisa que vem pipocando nas telonas ultimamente são filmes que vêm encantando viciados em livros, games, HQs e tudo que o universo nerd pode oferecer. É por isso que hoje tem Top 5 com as próximas estreias que todo nerd precisa ver.

Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1

Você já conhece a história de Jogos Vorazes? Se você é fã de distopia e ainda não pegou o primeiro livro da série ou o primeiro livro para conferir, vale a pena dar uma chance. No terceiro filme, que estreia dia 21 de novembro, vamos ver um lado mais sombrio de Katniss por tudo o que ela já passou e estava passando dentro da arena, se vendo obrigada a matar pessoas inocentes, por puro prazer da Capital.

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos

E o último filme da trilogia chegará aos cinemas dia 11 de dezembro. Se você é fã Tolkien e das histórias da Terra Média, está contando os dias para essa luta épica chegar ao fim, certo? Neste último filme, Peter Jackson prometeu 45 minutos de pura batalha entre elfos, anões, um hobbit meio perdido e muitos seres obscuros.

Os Vingadores 2: A Era de Ultron

Depois que surgiu o primeiro filme do Homem de Ferro, o universo dos super-heróis nunca mais foi o mesmo. A qualidade de cada filme e das histórias só aumentam e melhoram. Confesso que não sou a maior conhecedora dos quadrinhos, mas é inevitável se apaixonar e querer mais a cada história. O próximo filme dos Vingadores estreia dia 30 de abril de 2015.

Jurassic World

É inacreditável, depois de alguns anos, ainda ser possível acompanhar a história dos pesquisadores e os dinossauros de Jurassic Park. Ainda não existem muitas informações sobre o quarto filme, mas a história vai se passar 22 anos depois do terceiro filme, com a mesma ideia do primeiro, sendo descrito como o verdadeiro Sea World de dinossauros. As filmagens já terminaram e agora é contar os dias até 12 de junho de 2015.

Jurassic World

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Pelo simples fato de mais uma história de JK Rowling virar filme novamente, já é um grande motivo para festejar. Ainda sem trailer e poucas informações, Animais Fantásticos e Onde Habitam será uma trilogia que contará a história do escritor fictício Newt Scamander. A estreia do primeiro filme está prevista para 18 de novembro de 2016.

Animais Fantásticos e Onde Habitam


Quais os filmes mais aguardados por vocês?


Tags: , , , , ,