2001: Uma Odisseia no Espaço por Arthur C. Clarke
21 de maio de 2015 | Arquivado em: Resenhas

2001: Uma odisseia no Espaço
O que achei? EstrelasEstrelasEstrelasEstrelas • Onde comprar? AMAZON | SARAIVA | SUBMARINO | CULTURA

Falar sobre ficção científica não é uma das tarefas mais fáceis, mas também não é impossível. Para começar a entrar no espírito da coisa é preciso tirar aquela carcaça de quem conhece o universo da forma que conhecemos e abrir a mente para novos horizontes. E com 2001: Uma Odisseia no Espaço a coisa não é diferente, é preciso se despir de tudo e abrir a mente para um novo mundo.

Ao ler as palavras de Clarke, que desenvolveu o roteiro junto com Kubrick, ao mesmo tempo do livro, me vi encantada com os detalhas e formas que encontramos na história. Como digo no vídeo, o filme é um quadro e o livro é como podemos enxergar ainda mais poesia e arte neste mesmo quadro.

Confira o vídeo, onde falo um pouco mais do que achei do livro e minhas impressões da história:

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , , , ,





Desejados: L&PM
18 de maio de 2015 | Arquivado em: Novidades

O Pronome Interrogativo é o mais novo parceiro da L&PM, a famosa editora que começou editando os livros de Veríssimo e hoje tem uma experiência gigantesca em diferentes linhas editoriais.

E para mostrar que sou super fã da editora e de suas publicações, resolvi mostrar quais livros namoro há um bom tempo e que tenho certeza que vocês vão gostar de conhecer.

L&PM

1- Coisas bem legais para ser muito feliz por Mr. Wonderful
2- O Amor é um cão dos diabos por Charles Bukowski
3- O Conflito por Agatha Christie
4- Natureza para colorir por Christina Rose
5- O exército de um homem só por Moacyr Scliar
6- Vicent: A história de Vicent Van Gogh por Barbara Stok

Esses são apenas alguns dos livros que desejo muito ter na minha estante da L&PM! E vocês?

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , ,





Song of the Sea
08 de maio de 2015 | Arquivado em: Filmes

Song of the Sea

Se existe um tipo de filme que sou apaixonada é animação. E, ultimamente, os produtores e diretores estão criando cada história mais linda que a outra com conceitos e artes incríveis, de se encantar com cada cena mesmo! E com Song of the Sea, que foi indicado ao Oscar, não foi diferente.

O filme conta a história de Ben, um menino que acreditava que teria um irmãozinho e no dia que o bebê nasce, a mãe o abandona. Na verdade, o irmãozinho que ele acreditava que seria seu melhor amigo é uma menina, Saoirse, e eles não se dão tão bem quanto o esperado. No dia do aniversário de 6 anos de Saoirse, quando a avó acreditava que ela já estava dormindo, a menina se vê atraída pela concha que foi dada para o irmão pela mãe e algumas luzes a conduz para o mar, onde algumas focas a estão aguardando. O que não esperávamos é que ela poderia se transformar em foca.

Por trás de sua transformação, existe algo muito maior e que precisa que os poderes místicos de Saoirse sejam liberados para salvar outros seres. Mas ninguém faz ideia disso! E depois que os irmãos são obrigados a ir para a casa da avó, a aventura começa e a história começa a tomar um novo rumo.

Song of the Sea

A história é baseada em diversas lendas. A principal delas é das selkies, uma lenda irlandesa e escocesa, que diz que essas criaturas mitológicas vivem como focas, mas transformam-se em humanos quando estão na terra. Um livro que se baseia nessa mesma lenda é o Garota Tempestade e que também mistura diversas lendas. Uma outra figura abordada no filme é a de Manannan Mac Lir, também da mitologia irlandesa, um gigante que chorou um oceano inteiro de tanta tristeza e foi transformado em pedra por sua mãe.

Uma das coisas mais legais que vi nesse filme, apesar de ser simples, é que o nome da menininha é Saoirse, mas a pronúncia é quase igual seashore, que quer dizer costa ou litoral, tudo a ver com ela. E o nome da mãe das crianças é Bronagh, um nome irlandês, que quer dizer sofrimento, tristeza.

De uma forma geral, esse é um filme encantador em muitos sentidos. Apesar de ser simples, é envolvente e gostoso de ser assistido. Os traço da animação é tão sutil e fofo que a transforma em algo ainda mais belo. Os gestos dos personagens, os trejeitos, tudo foi muito bem desenvolvido e pensado.

Se você estiver procurando uma animação que foge do clichê, com uma pitada de aventura, drama e fofurice, Song of the Sea é o filme perfeito! Confesso que nos últimos minutos caíram algumas lágrimas.


Tags: , , , , ,





Vamos por partes: Graça Infinita
04 de maio de 2015 | Arquivado em: Vídeos

Graça Infinita

Não sei exatamente se isso é ou se tornará um projeto, mas Graça Infinita não é um daqueles livros que vou conseguir ler em uma semana, até porque é praticamente impossível de levá-lo na mochila. Por isso, resolvi fazer quase um diário de leitura para conversar com vocês sobre as partes do livro que estarei lendo. Meu objetivo é ler pelo menos 100 páginas por semana e gravar um vídeo contando como está o ritmo, como está o livro, sobre o que a história pode reservar para o leitor, enfim, realmente conversar com vocês.

Então, caso você esteja no mesmo ritmo que o meu, pegue seu Graça Infinita e vamos bater um papo nas próximas semanas juntos!

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , ,





Demolidor: Série do Netflix + O Homem Sem Medo
02 de maio de 2015 | Arquivado em: Vídeos

Demolidor

Depois que terminei a primeira temporada de Demolidor, lançado pela Netflix, não consegui descansar até começar a descobrir mais coisas sobre Matt Murdock, o menino que ficou cego ao fazer uma boa ação, que foi treinado por um outro cego de nascença e perdeu o pai, quem fazia tudo por ele, de uma forma muito violenta.

Assim, perguntei à Babi, do Cuzcuz Literário, por onde deveria começar a ler os quadrinhos e o primeiro foi O Homem Sem Medo. Uni a série que o Netflix fez com tanta desenvoltura para as pessoas que esperavam algo desafiador, que não é tão simples como Agents of Shield, Flash ou até mesmo Arrow, ao universo dos quadrinhos e fiz um vídeo mostrando e comparando o que achei dos dois. Confira:

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads


Tags: , , , ,





A demonstração de amor está na simplicidade dos gestos
29 de abril de 2015 | Arquivado em: Dicas

amor está na simplicidade

Mostrar que ama o outro não é difícil. Algumas pessoas planejam gestos grandiosos, compram presentes caros, mas para mim, a verdadeira demonstração de afeto e de amor está na simplicidade dos gestos. É fácil comprar um presente a cada mês de namoro/casamento, mas do que adianta se não há cumplicidade? O dia-a-dia, a convivência e tudo o que existe em um relacionamento necessita de gestos simples, mas que mostram que não precisamos de palavras para dizer que amamos todos os dias.

O artista Puuung mostrou exatamente isso em suas ilustrações. Fiquei encantada e com os olhinhos brilhando quando as vi!


(mais…)


Tags: , , ,