Pronome Interrogativo • Blog e Canal • Entretenimento | Livros | Filmes | DIY | Viagens | Culinária | Geek
maio 28, 2016 Falando de Resenhas

5 motivos para ler ‘A Profecia do Pássaro de Fogo’



O que achei? EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas • Onde comprar? SUBMARINO | AMAZON | CULTURA | OUTROS

O vídeo de hoje não é exatamente uma resenha, nem uma discussão, mas desta vez vou te dar 5 motivos para ler ‘A Profecia do Pássaro de Fogo’, o primeiro livro da série Echo.

Você provavelmente está se perguntando sobre o que é esse livro e já vou adiantar um pouco: nossa protagonista se chama Echo e ela é uma humana que foi adotada pela Ala, uma Avicen. Os Avicen são criaturas cheias de penas e magia. O problema é que algumas pessoas deste povo/raça não aceita Echo por ser humana e isso traz alguns problemas, principalmente pela forma que ela se relaciona com algumas figuras do conselho, o que trará ainda mais problemas futuros.

Certo dia, Echo procurou um presente de aniversário para a Ala, uma caixinha de presentes. E, por força do destino, dentro dessa caixinha estava o mapa para chegar ao Pássaro de Fogo. O Pássaro de Fogo por de ser uma lenda, pode ser um objeto, pode ser qualquer coisa, até porque ninguém sabe exatamente se isso é verdadeiro ou não. E ele pode acabar com a guerra que existe entre os Avicen e os Drakharin, um povo que tem a aparência de dragão e vive em Tóquio.

Tudo muda quando a Ala diz para a Echo sair em busca pelo Pássaro de Fogo e a menina, de 17 anos, esbarra no Príncipe Dragão, Caius, que também quer a mesma coisa. O mais curioso é que ao contrário dos demais de seu povo, Caius quer realmente a paz e o fim da guerra. E por isso, um grupo de cinco pessoas, totalmente diferentes entre si, se une para tentar encontrar a coisa que pode dar fim à guerra que já dura anos e anos.

Bom, agora que eu já contei um pouco da história, você pode conferir os 5 motivos para ler ‘A Profecia do Pássaro de Fogo’:

Não esqueça de se inscrever no canal para acompanhar os novos vídeos.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads

maio 25, 2016 Falando de DIY

DIY: Marcador do Cheshire Cat


Já que hoje é a estreia de ‘Alice Através do Espelho’, uma outra aventura da menina mais encantadora dos livros e apaixonada por muitos, nada mais justo que fazer um diy, não é mesmo?

Resolvi fazer um marcador bem legal e simples do Cheshire Cat ou Mestre Gato ou apenas Gato. É tão simples que você vai precisar de 3 coisas para fazer. Lembrando que é sempre possível substituir o biscuit por Durepoxi e usar tintas para fazer os detalhes.

Espero muito que vocês gostem e caso tenham sugestões do que gostariam de ver aqui num ‘faça você mesmo’ é só deixar nos comentários, ok? Vou amar receber sugestões e ideias de vocês!

Não esqueça de se inscrever no canal para acompanhar os novos vídeos.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads

maio 24, 2016 Falando de Resenhas

Ubik por Philip K. Dick



O que achei? EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas • Onde comprar? SUBMARINO | AMAZON | CULTURA | OUTROS

Nunca tinha lido Philip K. Dick, mas graças ao Vórtice Fantástico daqui do Rio de Janeiro, a coisa mudou e gostei bastante do que encontrei em Ubik. Não vou te dizer que foi a leitura mais fácil, a mais simples. Foi doloroso, rolou um certo estranhamento, mas aconteceu e, no final das contas, amei a escrita do Dick. Amei como ele coloca um pouco de si mesmo no personagem principal que acompanhamos e como ele transforma e retorce tanto nossa visão do mundo, que vamos, praticamente, para um outro plano, mas ao mesmo tempo ele consegue criticar diversas coisas da nossa sociedade de uma forma incrível.

O “futuro” é 1992 e já que o livro foi escrito em 1969 conseguimos ver como as pessoas pensavam o futuro naquela época. Mas vamos ao ponto principal da história: Dick descreve um mundo onde existiriam diferentes tipos de pessoas, as que conseguem ler mentes, as que conseguem bloquear tal poder e as pessoas que conseguem ver o futuro, de certa forma. Mas, ao longo da história, descobrimos um novo poder de uma nova integrante de uma agência de espionagem, alguém que consegue mudar o passado. Calma! Essa pessoa não é o personagem principal, mas tem um belo papel na história. Nosso personagem principal se chama Joe Chip, um cara que, apesar de trabalhar para uma figura renomada e admirada, Glen Runciter, não tem nem 5 centavos para conseguir abrir a própria porta. Ah! Esqueci que não havia comentado sobre isso! Nesse futuro, praticamente, ou tudo, é cobrado. Desde preparar o café na própria casa ou até mesmo abrir uma simples porta.

Mas, nosso personagem principal não é uma pessoa que se dá muito bem ou sabe administrar muito bem o dinheiro, e olha que ele ganha muito bem! A partir daí, vi uma boa crítica ao capitalismo e Dick chega a citar Platão, falando sobre objetos ideais. Na verdade, Joe Chip é chamado para liderar uma equipe de pessoas que vão anular alguns poderes numa missão em Luna, onde era um local já habitado, mas que alguns telepatas haviam invadido. Chegando ao local com a melhor equipe que Joe Chip poderia ter montado, ocorre uma explosão e a partir daí, começa a bagunça em nossas cabeças e na dos personagens para descobrir o que está acontecendo exatamente.

Os personagens de Dick são nebulosos, alguns são muito bem desenvolvidos ao longo da história, mas outros temos apenas um vislumbre de sua personalidade. E tudo tem um tom ainda mais diferente porque existe um local onde ficam os meias-vidas, um local em que as pessoas estão mortas, mas não totalmente mortas, elas são mantidas e acordadas de acordo com o tempo que a pessoa que mantém seu “caixão”, um local chamado moratório. Assim é o estado da esposa de Runciter, onde eles conversam, ele a coloca a par de tudo o que acontece na empresa e ela consegue ajudá-lo a manter os negócios da família. E nesse moratório, existe um rapaz chamado Jory, que conseguiu, em certo momento, interferir na conversa de Runciter e sua esposa.

Então você deve estar se perguntando: afinal de contas, o que é esse tal de Ubik? O mais curioso é que vamos descobrir o que realmente é no desenrolar central da história, mas a cada início de capítulo, o autor vai te dando algumas dicas. Confesso que essas dicas são um pouco nebulosas, mas que nos levam a refletir sobre a cultura do consumismo, como as coisas são descartáveis e muitas outras coisas.

Essa foi uma leitura diferente, onde eu tive uma sensação completamente diferente, onde fui levada para um lugar totalmente desconhecido. Mas o desconhecido, o estranho e o diferente que o Dick cria é algo louvável. Esteja de mente aberta e encare Ubik!

maio 19, 2016 Falando de Novidades

Unboxing: Book Depository


E o primeiro unboxing do canal e do blog está no ar! Se você me conhece me acompanha no Instagram, provavelmente já pegou algumas das dicas do que veio dentro dessa caixinha, mas se não segue, vai lá porque todos os dias tem fotos novas mostrando o que chegou, o que eu comprei e muitas outras coisas.

Essa não foi a primeira compra que fiz no Book Depository, na verdade, todos os livros físicos em inglês que quero comprar, compro nesse site. E caso você esteja se perguntando quanto tempo demora, leva entre 20 à 30 dias. Além disso, você não precisa ter medo daquela taxa que geralmente os correios cobram para compras acima de 50 dólares, porque livros não podem ser taxados, independente do valor.

Então, vamos parar de falar um pouco, porque o vídeo já está no ar e vamos assistir! Se você tiver qualquer pergunta sobre a compra, como comprar no Book Depository, deixe nos comentários que vou responder o mais rápido possível e, quem sabe, fazer até um vídeo sobre.

Não esqueça de se inscrever no canal para acompanhar os novos vídeos.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads

maio 12, 2016 Falando de Resenhas

E desaparecemos um no outro por Ivan Jaf + Sorteio



O que achei? EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas • Onde comprar? SUBMARINO | AMAZON | CULTURA | OUTROS

E desaparecemos um no outro, do autor Ivan Jaf, é aquele tipo de livro que, mesmo sendo adolescente, consegue te encantar e te levar para tempos mais simples. Apesar de todas as preocupações e os medos que se tem nessa época, é gostoso lembrar os momentos com os amigos, as conversas e amizades sinceras que essa mesma época traz. E assim é a escrita do Ivan, com poucas palavras, consegue moldar e criar um mundo em que muitos jovens já estiveram, estarão ou estão.

Com uma escrita leve, mas direto ao ponto, Ivan consegue tratar assuntos que permeiam essa fase da vida, como perder a virgindade, principalmente como a sociedade vê uma menina que não é mais virgem e um menino que ainda é, ciúmes, a falta de diálogo entre pais e filhos, religiosidade e muitas outras coisas. Além disso, esse é um livro que apesar de ser uma leitura rápida, possui personagens característicos e não pensem que são infantilizados, viu?

Sorteio

a Rafflecopter giveaway

Não esqueça de se inscrever no canal para acompanhar os novos vídeos.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads

maio 11, 2016 Falando de Dicas

Conheça o BeFunky: edição, colagem e design gráfico


Faz algum tempo que algumas pessoas me perguntavam como eu edito minhas fotos, como faço para deixá-las claras, mas com cores legais e resolvi mostrar para vocês como tenho editado ultimamente.

Na verdade, na maioria das vezes, tiro as fotos com minha câmera e, às vezes, edito no Photoshop. Mas, pela praticidade, tenho editado diretamente no celular, ou seja, fica mais fácil e prático. E o aplicativo que mais tenho usado é o BeFunky.

O mais legal desse aplicativo é que além de ter a possibilidade de editar as fotos, você pode criar colagens de diferentes maneiras e, por poder ser usado online, tem a possibilidade de manipular as fotos arrastando e soltando. Isso serve também para o BeFunky Designer Gráfico, que é uma ferramenta para que você produza imagens com padrões criados previamente, como Save the date, imagens para o blog, para Facebook, tudo de uma forma prática e rápida.

Ah, outra coisa que deixa o BeFunky ainda mais especial é que, para quem quer criar algo mais profissional é possível! Eles têm um banco de dados gigantesco.

Ficou curioso sobre o BeFunky? Abaixo está uma edição que fiz usando o aplicativo no celular. E também uma criação usando o BeFunky Designer Gráfico.

BeFunky

Bom, agora que você já conhece um pouco mais sobre essa ferramenta, você pode testar o aplicativo online.

Não esqueça de se inscrever no canal para acompanhar os novos vídeos.

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads

Páginas12345... 125»

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2016 • powered by WordPress • Desenvolvido por