Almanova por Jodi Meadows - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
abril 07, 2014 Falando de Resenhas

Almanova por Jodi Meadows


Almanova

Título: Almanova
Autor: Jodi Meadows
Editora: Valentina
Skoob: Adicione!
Compre o livro: SUBMARINO* | SARAIVA | CULTURA
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu… e ninguém sabe por quê. A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença.

Assim que li a sinopse deste livro, não entendi tão bem como seria a história. Além da capa linda e por curiosidade, para saber do que a autora ia falar, fiquei tentada a ler Almanova.

Durante muitos anos as mesmas pessoas que existiam no mundo reencarnavam, todo mundo se conhecia e sabia de cada história e acontecimento, sem exceção. As almas eram sempre as mesmas, o que mudava de verdade era o corpo que habitavam. Mas tudo muda quando Ciana morre e Li e Menehem aguardam o nascimento dela, mas ao invés de Ciana, surge Ana, uma almanova. Ana não foi a reencarnação de alma alguma, ela simplesmente surgiu de alguma forma e tomou o lugar de Ciana.

– Não me sinto muito poderosa. – Minhas mãos doíam, eu mal podia me alimentar, e Sam continuava me resgatando. – Eu me sinto pequena e insignificante.
– Pequena, talvez. Definitivamente, você não é insignificante. – Ele se sentou ao meu lado e fitamos a estrada vazia. – Todos sabem quem você é.

Ana tem uma vida muito dura por ser a culpada de tomar o lugar de Ciana. Menehem fugira depois de seu nascimento e Li, sua mãe, a trata como se a não quisesse por perto. Ela se culpa por tudo isso, é uma menina com a estima muito baixa, já que a própria mãe dizia que ela não era nada, uma sem-alma; e está sempre pensando que deveria ser e agir como a pessoa que ela tomou o lugar. Elas vivem longe das outras pessoas, já que Ana é vista como um risco para os outros, mas aos 18 anos sai de casa para tentar descobrir o motivo de ser uma sem-alma, de ter nascido dessa forma, o que havia dado errado.

No caminho pela sua busca para descobrir quem realmente é, Ana, por causa de um ataque de sílfides, acaba caindo num lago e é salva por Sam. Ela acaba descobrindo em Sam alguém em que possa confiar e percebe que ele é alguém que confia e acredita nela, como um ser com alma, digno de toda bondade existente.

O universo criado por Jodi é incrível e praticamente infinito. Conhecemos alguns lugares como Heart, a cidade principal, que Janan criou para proteger a sua criação, seus habitantes, e o caminho que Ana faz, desde o Chalé Rosa Lilás, e depois que faz acompanhada de Sam. Mas além destes locais, ainda tem muita coisa que os próprios habitantes nem sabem que existe ou tiveram medo de explorar, já que morrer e renascer é algo muito doloroso.

Ana é uma personagem confusa, que muita das vezes aparenta estar na defensiva, acreditando que todos vão magoá-la, que ninguém vai gostar dela e que todos estão rindo dela, não com ela. Mas às vezes, ela é uma menina sonhadora, que acredita ter uma alma e ser digna de coisas boas, sejam elas roupas ou amigos. E quando Sam chega, com sua bondade e carinho, as coisas começam a se tornar ainda mais bonitas para a almanova.

Almanova

Pode parecer bobagem, mas nossas opiniões, quando relacionadas aos outros assuntos, podem interferir com a impressão que temos de determinados livros e foi isso que aconteceu comigo. Não sou a pessoa mais correta para falar sobre almas, mas reencarnação é um assunto que não acredito e nunca acreditei. O conceito de almas novas e antigas não fazem sentido para mim e isso acabou interferindo na minha opinião final do livro. Foi uma história diferente, isso é verdade, que tem, além desse conceito de almas, seres mitológicos como dragões, sílfides e muitos outros. Vemos uma sociedade com pessoas que sabem sobre tudo e todos, desde a criação, mas quando surge o novo, o desconhecido, Ana, tratam mal e acabam ferindo os sentimentos da pobre menina.

Devo dizer que até mais da metade do livro foi uma leitura sem muita emoção para mim e foi a partir dos três ou quatro capítulos finais que comecei a gostar mais da história e do desenrolar. Não seria justo dizer que o livro é ruim, porque ele não é, mas vai de encontro com muita coisa que acredito, então não foi tão prazeroso quanto eu pensei que seria. Mas tenho certeza que muitas pessoas vão gostar desse novo universo cheio de surpresas e descobertas, não apenas para os habitantes de Range, como para nós, leitores. É com essa certeza que resolvi criar um sorteio para vocês de um exemplar do livro:

a Rafflecopter giveaway



Deixe o seu comentário

9 Respostas para "Almanova por Jodi Meadows"

Raquel Moritz - 07 abril 2014 às 23:42

Passei pela mesma coisa na leitura, flor. Tbm tenho dificuldade de assimilar esses assuntos, mesmo sendo um livro de “fantasia”. Eu tinha expectativa bem alta, não se cumpriu.

Beijundas :*

Responder

Ana Carolina Ribeiro - 07 abril 2014 às 23:52

Participando
jw.carol@hotmail.com

Responder

Cíntia Santos - 08 abril 2014 às 10:22

Estou deixando meu email, para receber o resultado do sorteio, amo livros, tambem adoro ebook

Responder

Mônica Oliveira - 08 abril 2014 às 19:08

Ahh eu sou totalmente apaixonada pela capa do livro, acho ela de uma beleza ímpar.. Quanto ao tema, bom ele é realmente polêmico, mas não costumo levar meus valores pessoais quando estou lendo, tento entender o mundo em que o livro está envolvido e como aquela pessoa e suas atitudes podem ser vistas nele, sei lá fiquei curiosa pelo livro desde o início pela sua capa e por esse infinito de “novidades”. Acho que vale a leitura.

Responder

Mey - 08 abril 2014 às 19:52

Eu leio esse tipo de livro como ele realmente é:fantasia, pelo menos para mim que tb não acredito em reencarnação, assim como nao acredito em vampiros, dragoes, lobisomens, elfos e tals,heheh. Então vou sem expectativa nenhuma,quem sabe eu até não goste?.Participando!

Meyre Christina

nangy@ig.com.br

Responder

Gustavo Emanuel - 08 abril 2014 às 22:37

Participando!!!
Email: gustavoemanuel96@hotmail.com

Responder

Marco Antonio - 09 abril 2014 às 10:09

Olá Thaís,

Apesar da sua resenha excelente o livro não me despertou atenção, não gosto muito do estilo de livro….abraços.

devoradordeletras.blogspot.com.br

Responder

Cristiane de oliveira - 12 abril 2014 às 10:03

Acho esse livro bem a minha cara, gostei muito da premissa.

Responder

Cris Aragão - 14 abril 2014 às 00:30

Eu acho que esse tipo de tema, especialmente em romances como esse, devem ser encarados como fantasia mesmo, sem relação com crenças religiosas. Mas eu gostei da idéia do livro, um universo cheio de possibilidades.

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por