Haley Tanner Archives - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
julho 24, 2012 Falando de Editora Intrínseca // Haley Tanner // Resenha // Vaclav e Lena

Resenha: Vaclav & Lena | Haley Tanner


.

Título: Vaclav & LenaAutor: Haley TannerEditora: IntrínsecaSkoob: Adicione!Compare preços: Saraiva | Fnac | TravessaClassificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Vaclav e Lena parecem destinados um ao outro. Eles se encontram pela primeira vez aos 6 anos, numa aula de inglês para imigrantes em Brighton Beach, no Brooklyn. Vaclav é precoce e falante. Lena, com dificuldade no idioma, refugia-se na segurança de sua adoração por ele. Ele imagina a história dos dois se desenrolando como em um conto de fadas. No entanto, uma das muitas verdades a serem descobertas nessa extraordinária obra de estreia de Haley Tanner é que “felizes para sempre” nunca é um desfecho garantido. Um dia, Lena não vai à escola. Desaparece da vida de Vaclav e da família dele como num cruel truque de mágica. Durante os sete anos seguintes, Vaclav deseja boa-noite a Lena todos os dias, perguntando-se se ela faz o mesmo onde quer que esteja. No dia do aniversário de 17 anos de Lena, ele finalmente descobre o que aconteceu. Haley Tanner tem a originalidade e a verve de uma contadora de histórias nata, e também a ousadia de imaginar um mundo em que o amor pode superar as circunstâncias mais difíceis. Em Vaclav & Lena, a autora dá vida a dois inesquecíveis jovens protagonistas que evocam a alegria, a perplexidade e a paixão de se ter uma profunda e duradoura ligação com outra pessoa.

Vaclav e Lena, nossos personagens-título, ambos são imigrantes russos que se encontraram aos 6 anos na classe de ISL (Inglês como Segunda Língua), na Escola Pública 238, no Brooklyn. E desde o dia de sábado ensolarado que foram para Coney Island se divertirem no parque, mas visitaram, sem a mãe de Vaclav saber, o Teatro Sideshow e viram um show de mágica, a amizade deles apenas cresceu, principalmente por terem um segredo a ser guardado.
Vaclav, um rapaz sempre falante e inteligente, tinha como sonho tornar-se “Vaclav o Magnífico, o Menino-Mágico“. Assim, ao conhecer Lena, a transformou em sua “linda assistente” e desde então ensaiavam todos os dias após chegarem da escola no quarto de Vaclav. Os ensaios consistiam em criar listas, listas de planos, suprimentos, o que iriam vestir; lacrá-las com cera e guardá-las até receberem autorização para a grande apresentação que fariam em Coney Island.
O pequeno Vaclav pede permissão à Rasia, sua mãe, para se apresentar em Coney Island, mas ela nega. Nega não por odiar o filho, mas por amá-lo tanto que não se perdoaria caso os adolescentes e bêbados que frequentam aquele lugar rissem dele. Mas mesmo assim, Vaclav decide se apresentar secretamente, sem a aprovação de sua mãe.
Um dia antes da apresentação, Lena não vai à aula de ISL, não vai à casa de Vaclav ensaiar para o grande dia da apresentação secreta, mas Rasia tem uma ideia do que possa estar acontecendo e vai à casa de Lena ver como ela está. Rasia não pode contar o que aconteceu e não sabe como contar à Vaclav que ele não veria mais Lena, nunca mais, sua melhor amiga, sua assistente.

– Agora mesmo, a polícia também está pensando que estão acontecendo coisas não muito boas. De modo que estão levando Lena.- O quê?- Eles a estão protegendo.- Onde ela está?- Não sei. Não sou da família dela. Eles não me dizem.

Reviravoltas: é esta a palavra que poderia definir este livro. Um das reviravoltas ocorre na vida de Rasia, quando ela decide se mudar da Rússia e vir para o Estados Unidos dar uma vida melhor para seu filho, onde o marido deixa de ser um arquiteto porque não tem como exercer a profissão aqui na América. Uma outra ocorre quando Vaclav perde sua melhor amiga, sua única amiga sem ter explicações, sem saber o motivo, apenas desapareceu do dia para noite. E uma reviravolta ainda maior acontece quando Vaclav tem 17 anos, inesperada.
A autora no começo pareceu que iria descrever uma história de amor super fofa do começo ao fim, mas foi completamente diferente daquilo que imaginei, ela inseriu romance, suspense e até uma pitada de drama de forma sublime. Haley Tanner possui uma escrita simples, fácil, terna e rica em detalhes, minuciosa. Ao meu ver, uma escritora e tanto.
Um dos personagens que mais me chamou a atenção foi Lena. Uma menina que passou por tanta coisa, ser tão frágil, mas ao mesmo tempo ser tão forte. A cada página eu tinha a mesma vontade que Rasia, de cuidar dela, colocá-la para ninar, colocá-la em um lugar que ninguém a trataria mal.
Vaclav & Lena é um livro que mesmo não sendo escrito em forma de poesia, retrata a história, a vida, de uma forma poética. E além de ser um livro que narra a história de diversos personagens, em momentos e tempos diferentes, e mesmo sendo em terceira pessoa, de diversas perspectivas, também aborda o tema de como uma pessoa vinda de outro país toma um “choque” ao chegar em um lugar completamente diferente, com costumes e línguas diferentes. Lena, Rasia e Oleg são provas disso.

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por