Lu Piras Archives - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
setembro 25, 2012 Falando de Booktour // Lu Piras // Resenha

Resenha: Equinócio | Lu Piras


Título: EquinócioAutor: Lu PirasEditora: DracaenaSkoob: Adicione!Compre o livro: Clique aquiClassificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

A cidade do Rio de Janeiro é o pano de fundo onde a estudante de medicina Clara vive sua rotina diária com a família e amigos. O que ela não imaginava é que tudo o que acreditava estivesse prestes a mudar, com a visita inusitada de um anjo. As força do mal ameaçam escravizar a raça humana e, para impedir, o anjo da guarda Nath-Aniel (Nate) vem à Terra, disfarçado de humano, para alertar sua protegida Clara de que sua vida está em risco. Proibido de agir em nome dos humanos e alterar seus destinos, o anjo acaba por se envolver demasiado quando revela a Clara que o pai dela, um renomado cientista, é o responsável pela descoberta que despertou as forças do mal: a fórmula da perpetuação da vida humana (criônica). Toda a missão da legião de anjos celestiais é colocada em risco quando Nate e Clara se apaixonam.

Ter o livro da Lu em mãos por si só foi uma sensação gostosa. A maior parte da blogsfera literária viu, acompanhou e apoiou a batalha traçada pela autora para publicar seu livro e, sem dúvidas, para ela esta publicação é mais que uma vitória.

Equinócio nos transporta para uma atmosfera cheia de mistério, suspense, romance e seres místicos. Conhecemos Clara, moradora do Rio de Janeiro, estudante de medicina, irmã mais velha de Olívia e filha de um renomado cientista, o Doutor Mauricio Chevallier. Por volta dos seus dezesseis anos, Clara se vê obrigada a guardar um segredo que seu próprio pai revelara: ele traria a mãe dela de volta à vida. O doutor Chevallier, inconformado com a morte de sua mulher, decidiu pesquisar um processo que traga as pessoas que estavam mortas à vida novamente e descobriu que através da criônica, um campo da criobiologia que estuda as interações do corpo humano quando exposto à hipotermia, isso seria possível. Clara não aceita o fato de seu pai querer tomar o lugar de Deus, muito menos os anjos bons e os anjos caídos.

Por causa de sua mais nova descoberta em relação a criônica, Mauricio desaparece. Ninguém sabe se ele foi morto ou simplesmente sequestrado. Mas Clara e Olívia acabam descobrindo que Mauricio está vivo e o que realmente está por traz de seu desaparecimento quando seus respectivos anjos da guarda aparecem para elas. Nate aparece primeiro em um sonho que Clara tem certeza de que fora algo muito real e acaba ficando encantada pela forma “humana” dele e por causa deste encanto e contato que eles têm, dúvidas e sentimentos conflitantes surgirão.

– Ah, Clara… – ele suspira. – Você não quer mesmo entender. Como pode sequer supor que eu seja as duas coisas?- É como eu vejo você. Como o equinócio, a tenuíssima linha imaginária que separa o dia e a noite em partes iguais. O dia e a noite convivem, mas nunca se encontram. Para que um se revele, o outro precisa se esconder. O instante em que isso acontece e os astros se cruzam, é aquele em que você decide ser quem é.

Posso dizer que amo todos os livros que se passam no Rio de Janeiro, vide minha paixão por Machado de Assis, mas a autora uniu e mostrou ótimas coisas em seu livro: o primeiro ponto que gostaria de destacar é o jeito carioca dos amigos de Clara, outra coisa que me chamou a atenção é o contato com a natureza que Nate proporcionou à Clara e também que seus amigos tinham. Além disso, um livro escrito no lugar que você mora é sempre mais fácil de ser imaginado, por conhecer todos os pontos e lugares citados, e de se sentir na pele do personagem principal.

Lu Piras foi extremamente feliz na construção dos personagens e da trama. No primeiro contato que Clara tem com o anjo materializado, consegui me arrepiar com aquela sensação e acredito que foi a mesma que Clara teve. As histórias e acontecimentos paralelos são muito bem arranjados e coerentes. Me identifiquei com Chris, melhor amiga de Clara, com seu jeito feliz, sempre pra cima, meio doido até.

Equinócio é aquele tipo de livro que você consegue gostar por agradar o leitor de uma forma tão singela e doce, tanto pela forma que foi escrito, quanto pelos acontecimentos. Não vejo a hora da Lu publicar o segundo livro!

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por