Filme - Capitão América 2: O Soldado Invernal - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
abril 19, 2014 Falando de Resenhas

Filme – Capitão América 2: O Soldado Invernal


Capitão América 2

Quando pensamos em super-heróis, somos remetidos a universo em que tudo é perfeito e que todo e qualquer problema pode ser resolvido. Mas em Capitão América 2, esse mundo mágico desaparece, dando lugar aos problemas reais do mundo em que vivemos, onde a busca pelo poder e o desejo pela liderança está acima de qualquer coisa.

Preciso dizer que fazia tempo que um filme não me deixava tão empolgada como esse me deixou. A sequência da saga do Capitão América tem humor, referências históricas incríveis, mais especificamente 1970; e traz Steve não apenas como o exército de um homem só, mas como o rapaz que quer se manter firme em seus ideais.

O primeiro filme sobre o herói mostrou tudo de uma forma muito morna, ainda que tenha sido bom em muitos aspectos, mas neste segundo, os roteiristas deram tudo o que o público esperava. A sensação que tive foi que tudo estava devidamente amarrado e a cada cena ficava ainda melhor. Tudo acontece depois de Os Vingadores, onde vemos Steve levando sua vida da forma mais tranquila possível em Washington, mas sendo responsável por muitas missões para a S.H.I.E.L.D. Ele começa a se sentir incomodado pela forma que Nick Fury tem liderado as missões e como as tem tratado, portanto, Steve tenta pensar em algo para mudar isso e continuar sendo o rapaz íntegro que sempre foi. As coisas mudam quando um membro da S.H.I.E.L.D. é atacado e o Capitão América, juntamente com a Viúva Negra (Scarlett Johansson) e um novo aliado, interpretado por Anthony Mackie, se vê obrigado a enfrentar o sistema e um novo inimigo super poderoso: o Soldado Invernal.

Soldado Invernal

É incrível como todo o elenco está entrosado e isso torna as cenas e o filme ainda melhores do que poderíamos esperar. Não sou a conhecedora dos HQs de super-heróis, mas ainda assim, fiquei envolvida com a trama e querendo ver muito mais. As cenas de luta foram muito bem montadas e orquestradas, o humor está na medida certa e não apaga o brilho do real objetivo do filme. Esse, até agora, foi o melhor filme que vi dos estúdios Marvel.

Ah! E se vocês forem ao cinema ver Capitão América 2: O Soldado Invernal, já sabem que vai ter imagens extras no final, né? Mas dessa vez são dois extras. Dica de amiga! Outra dica é ficar atento aos easter eggs que o filme tem, como a lista que Steve tem para conferir depois do período de congelamento, a frase de uma lápide que aparece é a frase de um filme bem famoso e o lutador de MMA George St. Pierre aparece no filme, é até um pouco difícil de identificá-lo.

Dirigido por Anthony Russo e Joe Russo, com Chris Evans, Scarlett Johansson e Anthony Mackie no elenco, o longa rendeu mais de 15 milhões de reais entre os dias 10 e 13/04.



Deixe o seu comentário

6 Respostas para "Filme – Capitão América 2: O Soldado Invernal"

Thiago Santos - 19 abril 2014 às 20:27

“Quando pensamos em super-heróis, somos remetidos a universo em que tudo é perfeito e que todo e qualquer problema pode ser resolvido.”
Obviamente quem pensa isso não lê quadrinhos, principalmente os da Marvel, como Capitão América e Vingadores. Não é preciso procurar muito pra achar sagas como Guerra Civil e Avengers vs X-Men que tratam de assuntos bem delicados, o último inclusive fazendo alusão à invasão dos EUA a países do oriente médio, com o pretexto de talvez existirem armas de destruição em massa. Não é difícil achar, mesmo nos cinemas, exemplos de alegorias que remetem ao mundo real, como os X-Men que são uma minoria perseguida e temida, direta e obviamente fazendo alusão ao racismo, homofobia, misoginia etc. (“Deus Ama, o Homem Mata” é um grande exemplo, nos quadrinhos).
Capitão América foi genial, não só pelos motivos listados acima, quanto por adicionar o gênero espionagem a um filme de super-herói, mas achar que o filme é um bastião de originalidade que difere do que é feito (e tem sido feito nos últimos trinta ou quarenta anos) nos quadrinhos é simplesmente leviandade!

Responder


Thaís Lemos Cavalcante
abril 20th, 2014 em 1:04
respondeu:

@Thiago Santos, gostei muito da perspectiva que você apresentou. Em alguns posts que falo sobre HQs, realmente afirmo que não sou a maior entendedora de HQs, principalmente os de super-heróis. Mas o que quis dizer foi que eles deixaram de lado essa figura super-herói X vilão e colocaram um herói lutando contra problemas reais nas telonas.
Gostei muito do vídeo que você postou, se tiver outros ou até mesmo alguma indicação, estou super aberta para lê-los.
Obrigada! 😀

Responder

Renata - 19 abril 2014 às 21:27

Eu quero muito ver! Esses últimos filmes de heróis tem sido muito muito bons, então acredito que esse seja legal também
bjs

Responder

Thiago Santos - 19 abril 2014 às 22:50

Problemas do mundo real:
http://youtu.be/YKIl3s8V1Co?t=7m11s

Responder

Raquel Moritz - 20 abril 2014 às 11:48

Gostei muito desse filme, fiquei realmente surpresa. Não dava muita bola pro Capitão América principalmente por ele ser tão bonzinho que dói, mas nesse filme ele acaba se rebelando e isso deu outra perspectiva.

Ah e adorei os easter eggs, cheguei a pular na cadeira quando vi a lápide, AHUEHEUHAEUHAE.

Beeeeijo <3

Responder

alice aguiar - 20 abril 2014 às 19:48

cara eu fiquei olhando tudo nesse filme *—* muito bom mesmo!

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por