O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks por E. Lockhart - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
janeiro 03, 2014 Falando de Resenhas

O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks por E. Lockhart


O Presente

Título: O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks
Autor: E. Lockhart
Editora: Cia. das Letras – Selo Seguinte
Skoob: Adicione!
Compre o livro: SARAIVA | LIVRARIA DA FOLHA | CULTURA
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma garota comum, um pouco nerd, que frequentava a Alabaster, uma escola tradicional e altamente competitiva. Mas tudo muda durante as férias. Na volta às aulas para o segundo ano, o corpo de Frankie havia se desenvolvido, e ela havia adquirido muito mais atitude. Logo ela chama a atenção de Matthew Livingston, o cara mais popular do colégio, que se torna seu novo namorado e a apresenta ao seu círculo de amigos do último ano. Então Frankie descobre que Matthew faz parte de uma lendária sociedade secreta – a Leal Ordem dos Bassês -, que organiza traquinagens pela escola e não permite que garotas se juntem ao grupo. Mas Frankie não aceitará um “não” como resposta. Esperta, inteligente e calculista, ela dará um jeito de manipular a Leal Ordem e levantará questionamentos sobre gênero e poder, indivíduos e instituições. E ainda tentará descobrir se é possível se apaixonar sem perder a si mesma.

Não posso dizer que morri de amores por O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, mas achei uma leitura divertida, light, com uma garota de fibra e muito inteligente – Frankie ficaria orgulhosa da descrição que fiz – um bom começo de ano como leitora.

Frankie tem 15 anos e não é muito parecida com as outras meninas de sua idade quando as qualidades que ela gosta de destacar em si mesma e que as outras pessoas percebam estão em pauta. Enquanto algumas meninas estão preocupadas que os meninos as achem bonitas, com um corpo lindo, Frankie prefere que percebam o quão inteligente ela é. Mas quando chega ao segundo ano, quando seu corpo se desenvolveu, ela deixa de ser apenas uma menina qualquer, literalmente invisível, e passa a ser vista pelas outras pessoas da escola Alabaster, sendo mais específica, por Matthew Livingston.

O curioso é que todos acham que Frankie é a menina frágil, boazinha e que precisa de um protetor forte e bondoso. Sua família a chama de princesinha, seu primeiro namorado, Porter Welsch, achava que era seu protetor e com Matthew não foi diferente, ele a via da mesma forma que todas as outras pessoas. Mas Frankie precisava mostrar seu valor, não para si, mas para os outros.

– Aposto que se todas nós começássemos a usar enchimento ou sutiãs redutores, os garotos dessa escola ficariam totalmente confusos e seriam incapazes de identificar pelo menos metade da população feminina. Você nunca reparou como eles estão sempre olhando para os nossos peitos?

Matthew era um menino popular, que andava com pessoas populares. Mas além disso, ele tinha um grupo de amigos unidos e super divertidos. Quando Frankie estava com Matthew, eles não estavam, na maioria das vezes, realmente sozinhos, sempre tinha algum amigo junto e ela acabou se apaixonando não apenas pelo namorado que tinha, mas pela companhia dos rapazes. Ainda assim, com a companhia e risadas, ela não se sentia realmente inserida no grupo de rapazes, sentia-se inferior. Isso se agravava ainda mais quando Alfa, melhor amigo do namorado, solicitava a presença dele e não podia levá-la, muito menos contava para o que era, o que fariam. Até o dia que ela resolve segui-los e descobrir o que estava por trás de todo mistério, uma sociedade secreta de rapazes.

Frankie é uma menina genial, perspicaz e que sabe utilizar tudo isso de uma forma extremamente incrível. Ela não é impulsiva, pelo contrário, analisa as opções que tem, procura ver quais as deixarão bem ou mal em determinada situação. Frankie é uma estrategista e não deixa passar nada! Mas ela começa a perder seu foco quando descobre que se Matthew terminasse com ela, perderia também os amigos que tinha feito e voltaria a ser a menina invisível quando caloura, irmã de uma veterana, apenas.

Os outros personagens, por outro lado, só viam o próprio umbigo. E quando uma pessoa não fazia mais parte do círculo de amizade, eles a tratavam com total indiferença, como se estivesse invisível, de verdade! A única personagem que me afeiçoei, além da Frankie, foi a Trish, melhor amiga dela.

A escrita de E. Lockhart é muito legal, leve e divertida. Mas ela também não deixou O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks ser apenas mais uma história, pelo contrário, ela utilizou elementos muito bons para a história o que a tornou algo além de um simples livro. Conhecemos o pan-óptico, uma definição que até então não conhecia e foi muito bem trabalhada e positivo negligenciado imaginário, o PONI, uma invenção da nossa inteligentíssima Frankie.

Se você quer ler algo com uma protagonista firme, que luta e mostra seu potencial, este é o livro certo, não tenha dúvidas!



Deixe o seu comentário

5 Respostas para "O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks por E. Lockhart"

Raquel Moritz - 04 janeiro 2014 às 12:31

Uma das coisas que mais curti nesse livro foi que ele veio na hora certa pra mim. É uma daquelas coisas de “história certa pra pessoa certa”, sabe? Foi o caso com a Frankie. Eu queria ter lido esse livro quando estava no colégio, ou na faculdade, mas eu o li quando eu me sentia um pouco como a Frankie, e foi perfeito. Gosto da determinação dela, e por mais ˜˜desfocada˜˜ que ela tenha ficado em certo momento, não dá pra esquecer que ela tem quatorze anos, e não 23, e isso faz diferença.

PS: Amei o final, de verdade, aheuhaeu. Grande Frankie!

Beijo 🙂

Responder

Anny Rosario - 04 janeiro 2014 às 18:01

Estou me readaptando às leituras de livros! Achei que esse é um ótimo titulo, depois da sua resenha. Adorei! Vou tentar encontrar por aqui.
Beijos e obrigada!

Responder

Stephanie - 04 janeiro 2014 às 18:22

Esse livro, assim como os outros da autora, entraram na minha wishlist em 2013 e espero lê-los em 2014.
Amei a resenha e me deixou com mais vontade ainda de ler e saber um pouco mais sobre Frankie. Amo ler histórias com personagens inteligentes, como ela parece ser.
Beijos!

Responder

Oliveira - 04 janeiro 2014 às 20:44

Creio que é o tipo de livro que estou precisando ler, ou pelo menos é o que penso.
Essa determinação dela é algo muito bom, até pela idade dela isso assusta muito. Foi bom saber que não é um livro qualquer.

Responder

Mirelle - 04 janeiro 2014 às 21:47

Oi Thaís, confesso que essa foi a primeira resenha que li que abordou outros pormenores da história, e agora fiquei em dúvida sobre se vou gostar ou não.. mas só vou saber se ler né?! hehe Beijos, Mi

http://www.recantodami.com

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por