Os Filhos de Anansi por Neil Gaiman - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
setembro 01, 2015 Falando de Resenhas

Os Filhos de Anansi por Neil Gaiman


Neil Gaiman
O que achei? EstrelasEstrelasEstrelasEstrelas • Onde comprar? AMAZON | SUBMARINO | CULTURA | AMERICANAS

É incrível conhecer as obras de Neil Gaiman e descobrir o quão grandioso ele pode ser. O primeiro contato que tive com ele, e confesso que demorei muito para isso, foi em O Oceano no Fim do Caminho. E para o segundo livro de Gaiman, escolhi Os Filhos de Anansi.

Preciso dizer que ele é um autor que tem uma escrita única. É perceptível e quase palpável que sua forma de escrever e seus traços de sarcasmo e construção de suas frases são realmente de Gaiman. O mesmo autor que vi no primeiro livro, é o mesmo autor deste segundo. Não digo que a história se repita, apenas que ele tem sua própria forma de escrever suas histórias e, assim como um ilustrador, tem algo que é só seu.

Em Os Filhos de Anansi, nos deparamos com a mitologia africana de Anansi, que tem a conhecida forma de uma aranha, um dos animais mais trapaceiros. Anansi também é conhecido por ter criado o mundo através de suas canções, numa época que não tinham canções, e também por tirar proveito de toda e qualquer coisa para benefício próprio. Bem, depois desta breve descrição sobre Anasi, preciso dizer que esta é uma boa parte do caráter que encontraremos neste livro.

Os Filhos de Anansi

Fat Charlie está numa gigantesca batalha para convencer sua noiva dos maiores motivos pelos quais o pai dele não deveria ser convidado para a cerimônia de casamento deles. O pai de Charlie era campeão em pescar, cantar no karaokê e fazer o filho passar vergonha, este último era o principal motivo pelo qual ele não queria que o pai fosse ao casamento. Mas vencido pelo poder de persuasão de Rosie, sua noiva, ele liga para a vizinha do pai para tentar localizá-lo e acaba descobrindo que ele havia falecido.

Sabendo da notícia, Charlie, que estava morando do outro lado do oceano, vai para o enterro e encontra, logo depois, a Sra. Higgler. E, durante sua estadia próximo dela, descobre que o pai era um deus e que tinha um irmão. Acontece que Charlie não acreditou em nada do que a velha, e provavelmente caduca, Sra. Higgler havia dito. Mas uma coisa, durante um dia que ficou um pouco alto, e que a própria senhora Higgler havia dito e não esqueceu era que se ele quisesse falar com o irmão era só falar para uma aranha… E assim ele o fez.

– Você fala como se eu fosse uma velha maluca que não diz coisa com coisa. Acha que estou gagá?
– Hã. Para ser sincero, tenho quase certeza que está, sim.

Fat Charlie é um personagem sem confiança alguma, que acredita ter o melhor emprego do mundo, e que precisa mantê-lo para não se sentir mais fracassado do que já se sente. Rosie, sua noiva, é uma grande conquista em sua vida e trás ainda mais normalidade à tudo o que conhece. Na verdade, todos os personagens têm um traço que o faz ser único e ainda mais próximo da nossa realidade e um toque diferente em sua personalidade. Assim como a mãe de Rosie, que não gosta nem um pouco de Charlie. Ou as senhoras, que viram Charlie crescer, uma diferente da outra.

Essa é, na verdade, uma história incrível que o próprio leitor não vai saber exatamente o que é verdade e o que não é. Gaiman mistura diferentes realidades, como ele mesmo diz: “Havia a realidade e a realidade, e algumas coisas eram mais reais do que outras.” E são nessas diferentes realidades que vamos vendo nosso próprio mundo, onde o homem, quando tempo poder, seja financeiro ou sobrenatural, não faz questão de saber se o que fizer vai afetar o outro ou não, só quer o proveito para si mesmo.

O sarcasmo e as tiradas cômicas fazem toda diferença na leitura. Gaiman, como disse, tem um traço único na hora de escrever e acredito que são essas marcas textuais que deixa tudo assim, mais gosto, mais mágico e mais fantasioso.

Os Filhos de Anansi é um livro que vale a pena ser lido. E se você gostou de O Oceano no Fim do Caminho, tenho certeza que vai amar esse livro também!

YoutubeTwitterFacebookInstagramSkoobGoodreads



Deixe o seu comentário

2 Respostas para "Os Filhos de Anansi por Neil Gaiman"

Luiza Helena Vieira - 02 setembro 2015 às 11:49

Acredita que até hoje nunca li um livro do Gaiman?
Diferente tratar sobre mitologia africana. Achei interessante.
Gostei muito da sua resenha.
Beijos
http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

Responder

Babi Lorentz - 09 setembro 2015 às 13:40

Putz, tenho que te dizer que na hora que vi essa capa pela primeira vez, faltei ter um treco. Tenho um pavor absurdo de aranhas e até pra ler a resenha tive que passar as fotos rapidinho pra não ter que olhar pra esse bicho. Nojo!
Mas quero ler o livro. A única coisa que li dele foi Faça Boa Arte. Já tenho O Oceano no Fim do Caminho, mas tá tenso pra começar a ler por causa da falta de tempo por conta do meu queridíssimo curso de direito (e eu não estou sendo sarcástica).
De qualquer forma, tá anotada aqui. Existe alguma aranha desenhada na lombada do livro? Porque, se tiver, vou optar pelo ebook apenas. HAHAHA
Beijos!

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por