Projeto Edgar Allan Poe - O Poço e o Pêndulo - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
outubro 06, 2012 Falando de Edgar Allan Poe // Projeto

Projeto Edgar Allan Poe – O Poço e o Pêndulo


Alguns dias atrás, estava passeando pelos canais literários que sigo no YouTube e parei para assistir o vídeo da Tatiana Feltrin que falava sobre livros e contos de terror. Ela falou sobre diversos autores e livros, mas um, em especial, chamou-me mais do que a atenção, me fez lembrar que abandonei e parei de ler obras incríveis: Edgar Allan Poe. Pois é, o cara é um gênio e, como a própria Tatiana comentou no vídeo, ele transforma fatos banais do nosso dia-a-dia em algo medonho e bizarro. Portanto, hoje começa o “Projeto Edgar Allan Poe” onde lerei seus livros, textos e contos. E assim que todas as obras forem lidas e comentadas, escolherei novos autores que deixei passar e me arrependi profundamente disso. Caso vocês tenham sugestões de outros que achariam interessantes aparecerem por aqui, deixem-nas nos comentários. Além disso, a queridíssima da Kênnia do Busílis entrou nesta onda também, então caso vocês queiram aderir ao projeto, sejam bem-vindos!

O primeiro conto lido foi “O Poço e o Pêndulo” e que conto, hein! Narrado em primeira pessoa, tem como pano de fundo a Espanha na época da Inquisição, onde nosso protagonista é julgado, condenado e depois de receber sua sentença é atirado num calabouço, submetido à tortura psicológica. Cansado, acaba dormindo e acorda com comida e água ao seu lado, mas aparentemente tinha algo que o fez cair em sono profundo. Ao acordar, percebe que está dentro de uma sala, amarrado à uma cama. Ao olhar para cima, vê um pêndulo de metal em formato de lâmina que vai descendo lentamente para cair e matar o condenad.

Um conto com um final surpreendente e incrível. Ao ler “O Poço e o Pêndulo”, percebemos que existe uma intensa relação do personagem com os espaços em que aparece. Existe também uma relação com o contexto histórico, como a cidade de Toledo, General Lasalle, dentre outros fatores. Existe também a constante apreensão do nosso protagonista, principalmente por não saber exatamente como será seu fim, por estar em extrema escuridão e dentro de um local fechado.

Anteriormente disse que existe a tortura psicológica e podemos encontrá-la tanto no pêndulo, que desce lentamente para encontrar nosso protagonista e matá-lo, também na escuridão, na claustrofobia, por estar dentro de um lugar fechado, sem ventilação, com umidade, ratos, também o desespero de imaginar onde está e as dúvidas. E eu, como leitora, acabei me angustiando juntamente com o protagonista, porque o espaço criado por Poe nos mostra que a morte é um destino óbvio.

Se você curte obras mais sombrias e obscuras, que brinquem com as inquieações humanas, leia “O Poço e o Pêndulo”.

Aqui você pode conferir a resenha da Kênnia! Ficou demais.



Deixe o seu comentário

5 Respostas para "Projeto Edgar Allan Poe – O Poço e o Pêndulo"

Mariana - 07 outubro 2012 às 13:10

Oi Thais 🙂 Sou do Blog mmundodasletras.blogspot.com , ADOREI seu blog !
Beijos !!

Responder

Marco Antonio - 07 outubro 2012 às 14:02

Boa tarde Thaís,

Gostei muito do post…achei bem interessante….abçs.

http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Responder

Cida - 07 outubro 2012 às 19:47

Eu adoro obras sombrias, nunca li nada de Poe, sempre ouço falar bem dele.
Adorei o post, preciso me atualizar.

Bjos!!
Cida
Moonlight Books

Responder

Camilla Martins - {http://sugar-dance.org} - 07 outubro 2012 às 21:49

Nossa, eu relativamente não gosto de histórias sombrias :/

Tem post novinho no meu blog e theme novo também! Saudades de você pelo meu blog… faz tempo que você não passa lá, hein?

Bjos e boa semana!

Camilla Martins – sugar-dance.org

Responder

Kênnia Méleus - 08 outubro 2012 às 15:52

Você foi brevíssima e disse tudo, Thaís! Haha! A minha ficou exteeeeeeeeeeeeeeensa!

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por