A Elite | Kiera Cass - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
abril 21, 2013 Falando de Resenhas

A Elite | Kiera Cass


Resenha: A Elite

Título: A Elite
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Skoob: Adicione!
Compre o livro: SUBMARINO | SARAIVA | CULTURA
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.

Se você já leu A Seleção, prepare seu coração para uma continuação brilhante em A Elite, que já está em pré-venda no Submarino, na Saraiva e na Livraria Cultura e será lançado no próximo dia 23. Kiera consegue prender o leitor pelo suspense, surpresas que cada personagem reserva e pela história, onde cada página virada é a premissa de uma possível revelação e novidade.

No segundo livro da trilogia, onde A Seleção, com trinta e cinco meninas, tornou-se A Elite, com apenas seis selecionadas, encontramos Maxon mais ansioso com sua atual condição por estar cada vez mais próximo de fazer sua escolha e de ter uma resposta concreta de America Singer. Assim como ele, as seis candidatas estão com os nervos ainda mais aflorados e o estresse está rodeando a relação delas. Mesmo assim, a amizade entre Marlee e America continua ainda firme e cada vez mais forte. Além disso, com todos os acontecimentos que surgem e surpresas que vêm das próprias candidatas, conhecemos uma outra face da família real.

Príncipe Maxon, herdeiro do trono de Illéa, gostava de mim. Ele me falou na semana passada que se eu dissesse, sem nenhuma ressalva, que me importava com ele assim como ele se preocupava comigo, toda essa história de competição estaria acabada. Eu até considerava essa ideia, ficava imaginando como seria pertencer a Maxon.

O mais curioso e intrigante é que a autora está abordando o tema distópico aos poucos, aparentemente na mesma proporção que os ataques dos rebeldes vão acontecendo e às descobertas que America faz sobre o intrigante e quase inacessível passado de Illéa.

America com todas as dúvidas e medos relacionados ao cargo de princesa e ao verdadeiro amor, precisa escolher entre Aspen e Maxon. Aspen por um lado está determinado a lutar pelo amor de sua amada e fazer de tudo para que ela o escolha, por outro lado, Maxon com certa facilidade de agradá-la, aguarda o tempo necessário por sua resposta, mas enquanto aguarda, vai se relacionando com as outras cinco selecionadas para encontrar sua futura esposa, o que causa certo desconforto e desconfiança em America para dar sua resposta concreta.

– Às vezes acho que Maxon e eu somos a sua Seleção particular. Somos apenas ele e eu: um de nós vai ficar com você no final. Não sei quem está na pior situação. Maxon não sabe que participa da competição, então talvez não se esforce o suficiente. Já eu preciso me esconder, de modo que não posso lhe oferecer as mesmas coisas que ele. Não é combate justo para nenhum dos lados.

Nesse livro temos diversos altos e baixos em relação aos personagens, abalando essencialmente o sentimento que há entre eles. Enquanto America busca motivos para ficar definitivamente com um dos dois, seu psicológico fica completamente afetado e acaba vendo coisas que não existem ou não vê exatamente o que deveria. Entretanto, na busca de uma outra possível amada, Maxon acaba magoando America com suas atitudes e a deixa muito insegura em relação aos seus sentimentos, se são realmente verdadeiros ou apenas da boca para fora, para iludi-la. Já Aspen sente-se realmente arrependido pelo que fez quando terminou com ela e tenta, apesar dos perigos no palácio, demonstrar todo o seu sincero e verdadeiro amor. Agora Aspen é um Dois e não haveria muitos problemas caso America o escolhesse. Porém, o que ela não imaginava ao entrar na Seleção seria se apaixonar por Maxon. Quem será que ela escolherá?

Como disse anteriormente, a autora está abordando aos poucos o tema distópico da trama. E isso, conforme a história avança, traz um novo teor não só para o triângulo amoroso, mas para a história de todo país. Estou muito curiosa para saber o que, afinal de contas, aconteceu com Illéa no passado e como será seu futuro, e você?



Deixe o seu comentário

11 Respostas para "A Elite | Kiera Cass"

Bruna Maranhão - 21 abril 2013 às 16:54

Eu ainda não A Seleção, mas ele está na lista da minha próxima compra. Estou muito ansiosa para le-lo, e o legal que já me sinto intima da história com todas as resenhas que já li, e principalmente agora lendo a resenha de A Elite.
Resenha muito bem escrita!
Beijinhos
Segredo de um Mundo

Responder

Mirelle Candeloro - 21 abril 2013 às 17:55

Oi flor.. ué, como assim?? Que tipo de “medo” você tem? De não gostar da escrita dela? Quem sabe você tenta ler um 1º capítulo de um dos livros e veja se gosta da narrativa. Ou você não curte distopia? É, como qualquer livro tem aqueles que amam Delírio e outros que não acharam nada demais. Mas para você saber você terá que lê-los.. hehe

Pois é, já vi que o jeito será traçar mesmo essas metas para conseguir terminar um livro todinho em inglês.. hehe

Aiii, sim, me senti a idiota.. fiz o desenho e esqueci totalmente de mandar.. hehe

Ahhh, ainda não li A Seleção. Acho que sou uma das poucas.. que vergonha, não sei porque ainda não li. Mas lerei.. kkk

Bjuss, Mi

http://www.recantodami.com

Responder

TB - 21 abril 2013 às 20:16

Confesso que não li a resenha porque não quero acabar pegando algum spoiler desse livro que estou morrendo de vontade de ler!! Mas fiquei me intrigando o motivo de você ter dado 4 estrelinhas! Quando eu comprar e ler, volto aqui para conferir 😉
Beijo,
Nic

Responder

Munique R. Novaes - 21 abril 2013 às 20:24

Já tinha ouvido falar de A Seleção e fiquei louquinha para ler. Infelizmente ainda não tive a oportunidade. Agora fiquei com mais vontade ainda de ler. Ai se eu tivesse bolso para tanto desejo.. *-*

desabafosdeumatola.blogspot.com

Responder

Julia G - 21 abril 2013 às 21:01

Oi Thaís, tinha ouvido já que a distopia foi bem sutil no primeiro livro, e que esse aprofunda um pouco mais, o que torna o enredo ainda mais emocionante. Tenho curiosidade de ler essa série, mas acho que vai demorar um pouquinho.

Beijos

Responder

Marcelle Cristina - 22 abril 2013 às 13:44

O show do Maroon 5 foi fantástico e mágico! Daria tudo para ter aquele dia de volta…

Poxa, que triste! Mas na próxima você vai (e eu também), viu? Hahiuaia.

Já ouvi falar dessa trilogia mas ainda não tive a oportunidade de ler os livros. Tô esperando o Submarino fazer uma daquelas promoções malucas para comprar! 🙂 Adorei a resenha.

Beijos, tenha uma ótima semana!
http://www.marcellecristina.blogspot.com

Responder

Silvana Sartori - 22 abril 2013 às 15:20

Oie amiga, tudo bem com você ?
Espero que sim, porque hoje estou mais omenos, até por isso não postei em meu blog hoje =/
Estou com a minha rinite atacada e até com o estomago ruim por ter comido várias fatias de bolo de chocolate ontem a noite -.- Agora estou aqui passando mal direto =[
Mas eu não ia deixar de te visitar né…até porque aproveitei para ver as novidades dos blogs, porque assim eu tenho mais tranquilidade para comentar também. Enfim…
Espero que você esteja bem. Fica com Deus e tenha uma Boa Semana linda

Ahhh queria te pedir para me seguir, linkar e curtir minha pagina no facebook, se vc tiver tudo bem, mas que tem gente que tá me fazendo de boba sabe ?! -.- Então estou passando de blog em blog para conferir isso.
Enfim…Se cuida minha querida

lovereadmybooks.blogspot.com.br

Responder

jean souza - 23 abril 2013 às 17:31

Ainda não tive a -inigualável- chance de ler A Seleção, mas está nos meus planos fazer a leitura em breve, é incrível saber que a qualidade da estória não caiu de um livro pro outro já que vemos isso em algumas obras, agora a trama toma outro rumo explorando a sanidade da protagonista um guancho espetacular pra estória não cair na monotonia, apesar de Maxon ainda interagir com as outras garotas acredito que seja só por receio de America dispensa-lo, continuo firme e forte no #TeamMaxon \õ/

Responder

My Favorite Book - 23 abril 2013 às 21:27

Ain, quero esse livro desesperadamente! Li A Seleção e gostei demais. A America é tão lerda, porque se fosse eu já tinha agarrado o Maxon há tempos e não largava jamais. #TeamMaxon t-o-t-a-l *—–*

Brunna Carolinne – My Favorite Book – @MFBook
myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

Responder

Raquel Moritz - 07 junho 2013 às 10:09

Estou MORRENDO pra descobrir como essa história termina. A Elite me surpreendeu porque teve uma abordagem mais política mesmo. Foi bom eu ter lido o conto O Príncipe no meio, porque me deu outra visão sobre Maxon.

Tuas resenhas são ótimas, flor! De verdade ♥

Beijo!

Raquel Moritz
http://www.pipocamusical.com.br

Responder


Thaís Lemos Cavalcante
junho 7th, 2013 em 13:59
respondeu:

@Raquel Moritz Preciso ler o conto! Ainda não li! A autora poderia criar um conto para o Aspen, né? 😀

E estou muito feliz que esteja gostando das resenhas, Raquel, de verdade. Obrigada! <3

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por