Alma? | Gail Carriger - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
abril 05, 2013 Falando de Resenhas

Alma? | Gail Carriger


Alma?

Título: Alma? – O Protetorado da Sombrinha
Autor: Gail Carriger
Editora: Valentina
Skoob: Adicione!
Compre o livro: CULTURA | SARAIVA
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta. E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.

Alma? é o primeiro livro da série O Protetorado da Sombrinha e o romance de estreia de Gail Carriger. Quando olhamos a capa, vemos a promessa de “um romance sobre vampiros, lobisomens e sombrinhas” e é exatamente com isso que nos deparamos. Com um romance vitoriano misturado à fantasia urbana e uma bela dose de steampunk, esse é um romance extremamente original e divertido.

Enquanto em alguns livros os vampiros, lobisomens e os humanos são inimigos, em Alma? tanto os seres sobrenaturais quanto os humanos se relacionam de forma amigável, de certa forma. Tanto as colmeias de vampiros quanto as alcateias de lobos possuem políticos, proprietários de terras e representantes importantes da nobreza. Além disso, para um bom convívio entre as raças, foram criadas leis sociais modernas. Por exemplo, existiam duas alternativas socialmente aceitáveis para um vampiro faminto ao extremo saciar o desejo: tomar goles de vários zangões pertencentes a ele ou à sua colmeia, ou pagar pelo privilégio de recorrer às prostitutas de sangue.

A srta. Alexia Tarabotti, uma solteirona de descendência italiana com vinte e seis anos, fora ao baile da Duquesa de Snodgrove e ao entrar na biblioteca, seu lugar favorito em qualquer residência, desacompanhada e se depara com um vampiro. Ele, acreditando que sua investida teria sucesso, ataca a srta. Tarabotti, mas o que o infeliz vampiro não sabia era que ela é uma preternatural, uma pessoa sem alma. Mas o mais estranho disso tudo é que ele não fazia noção da condição de sem alma de Alexia e sem querer, ela o mata. Pela morte de um vampiro ser um assunto da DAS (Departamento de Arquivos Sobrenaturais), Lorde Maccon, representante do DAS, lobisomem, Alfa da alcateia de Woosley e o homem mais odiado por Alexia – a recíproca também é verdadeira -, aparece no baile para questionar o que havia acontecido e entender qual o motivo de um vampiro estar tão faminto para atacar sem permissão. Mas o que o Alfa e o Beta não sabiam era que isso ia muito além de um simples vampiro faminto…

– O DAS não é um órgão secreto? Posso trabalhar como agente secreta. – A srta. Tarabotti precisava tentar de novo. Ao menos o professor demonstrava um pouco de simpatia por ela. Talvez pudesse colaborar elogiando-a por lá.
Lorde Maccon caiu na risada.
– Agente secreta? A senhorita? Tão sutil quanto um elefante numa loja de cristais. – Mas logo se maldisse por suas palavras ao perceber a consternação da jovem. Ela se apressou em disfarçar, embora tivesse ficado magoada.

O que mais me atraiu na forma que Gail desenvolveu o livro é que ela conseguiu unir seres sobrenaturais diferentes vivendo, de certa forma, em total harmonia, participando, de fato, do mundo moderno. Para cada escritor existe um universo sobrenatural construído e constituído de forma diferente e para a autora de Alma?, o surgimento de vampiros, lobisomens e fantasmas ocorre quando o humano tem abundância de alma, um excedente que se recusa a morrer. Já com a srta. Tarabotti ocorre o contrário, sua ausência de alma tem o poder de neutralizar as forças sobrenaturais. Além disso, Gail apresenta ao leitor os pormenores da transformação, tanto no caso de um vampiro, quanto de um lobisomem, e as possibilidades, dependendo do sexo, disso ocorrer ou não.

Os personagens têm um toque especial em suas personalidades. A relação entre a srta. Tarabotti e Lorde Maccon é, por si só, curiosa e engraçada. Já ouviu aquele amigo dizer que quando duas pessoas brigam demais é porque se gostam? Pois é! Apesar das personalidades fortes de ambos personagens, a srta. Tarabotti, uma dama completamente diferente de sua época, com verdadeiro pensamento crítico e Lorde Maccon extremamente temperamental, acabam sentindo que há algo a mais na relação entre eles todas as vezes que se encontram. E graças a sabedoria do professor Lyall, as coisas entre eles acabam mudando. A excentricidade Lorde Akeldama é uma bônus ainda mais interessante para a história.

Apesar de possuir um vocabulário diferente do que muitas pessoas estão acostumadas, o que faz o leitor ser inserido ainda mais na época em que a história se passa, Alma? consegue fisgar desde o leitor que está entediado com os atuais romances sobrenaturais, como pode agradar os fãs de seres sobrenaturais e do steampunk.



Deixe o seu comentário

36 Respostas para "Alma? | Gail Carriger"

Aline T.K.M. - 05 abril 2013 às 22:10

Sério, estou ficando muito animada a cada resenha que leio. Esse livro parece ser fantástico, a começar pela capa, que já me ganhou logo que a vi. Achei muito interessante essa “abordagem” diferente em relação ao sobrenatural, e uma coisa que você disse que me atraiu muito foi o fato de a linguagem ser diferenciada, mais de acordo com o contexto da história. Acho este um detalhe bem importante nos livros em geral.

Bjos, Livro Lab

Responder

Cibelli Bruce Bailey - 06 abril 2013 às 11:19

Adoorei a resenha sou apaixonada por livros,Já estou seguindo o blog, que alias é lindo.

Responder

La Mademoiselle - 06 abril 2013 às 13:11

Oi,

já tinha ouvido falar desse livro, mas foi a sua resenha que me deixou com vontade de lê-lo! Achei muito interessante o modo como o autor explica o surgimentos dos seres naturais e como a ausência da alma da protagonista neutraliza as forças sobrenaturais. Amei a resenha, parabéns!

Bjs

Responder

jean souza - 06 abril 2013 às 14:03

Gostei de muitos pontos da história, como vampiros, lobisomens e até fantasmas vivendo em harmonia com os seres humanos e uma protagonista sem alma, oque alias até hoje não vi em livro nenhum, num primeiro momento eu achei a capa do livro meio estranha, mas já me acostumei a ela, já o título achei bem adequado a obra e espero em breve poder lê-lo.

Responder

Ariana Alves - 06 abril 2013 às 16:51

Adorei ver vampiros e lobisomens em perfeita convivência com a humanidade.
E essa protagonista parece ser bem durona e engraçada.

Bjus!

Responder

paula juliana espindola da silva - 06 abril 2013 às 19:12

Estou loucA para ler esse livro, acho que irei amar!
Adorei a resenha!
Bjuss

Responder

Jéssica Coelho - 06 abril 2013 às 19:49

Adoro literatura vampiresca, mas confesso que tenho medo de ler esses livros que estão saindo ultimamente… Mas sua resenha me despertou curiosidade pra ler esse, achei alguns pontos interessantes. Espero conseguir ler e gostar 🙂

Responder

Samanta Figueirêdo - 06 abril 2013 às 21:16

Participo de 3 sorteios desse livro já, gente eu adorei a capa sério, tipo sei lá confesso q não li nada sobre, só me atraí pela capa, mas depois eu li duas resenhas e a história parece legal, não conheço nada do autor mas como uma adoradora de livros, estou curiosa pra conhecer e torcendo para ganhar algum desses sorteios né hihi *-*

Responder

Eduarda Menezes - 06 abril 2013 às 22:06

Oi Thaís,
Fiquei impressionada com o cenário que a autora criou. Não fazia ideia que era algo assim tão complexo. Pelo visto ela conseguiu inovar no gênero sobrenatural, fora que a inclusão do Steampunk também é bem vinda e imagino que tenha ficado interessante.
Não estava muito curiosa por esse livro, mas você já é a segunda pessoa que escuto falar bem e tô começando a ficar interessada rs
Beijos!

Responder

Sarah Miller Barnes - 06 abril 2013 às 22:09

Nossa, quando li a Sinopse, achei meio loco meio misturado, mais depois de ler a resenha até que me interessei muito, acho muito legal a ídeia de um pouquinho de romance meio comédia épica com gostinho sobrenatural !

Responder

Jamilly Mayara - 06 abril 2013 às 22:49

Aaaai eu estou apaixonada por esse livro a cada resenha que leio, gostei muito da resenha. Beijos

Responder

Lucas Souza - 07 abril 2013 às 01:28

Oi Thais. Eu vim conhecer o gênero Steampunk com esse livro rs
Eu gosto muito do toque sobrenatural que mistura com o real que você citou, nisso de os lobisomens e outros seres terem “colocações” e gosto também disso de conviverem em paz com os humanos. A capa do livro eu detestei rs, mas já vi a diagramação e tá linda. Eu amo livros que se passam em tempos bem distantes, e Alma? vai ser um pra minha lista, até porque uma blogueira disse que esse livro é minha cara! quero saber por que rs
Beijos
http://www.descobrindolivros.blogspot.com.br

Responder

Juliana Mendes - 07 abril 2013 às 09:45

Gostei da sinopse de “Alma?”. E adorei o fato de que nesta estória, os seres sobrenaturais vivem de, certa forma, pacificamente. Pena que se passa na era vitoriana, e não gosto muito de livros deste tipo, mas quem sabe eu dê uma chance para “Alma?”

Beijos,
salaodelivros.blogspot.com.br

Responder

Mirelle Candeloro - 07 abril 2013 às 11:26

Faz tempo que tenho lido resenhas sobre esse livro e já estou em cólicas para lê-lo por diversos motivos. Primeiro porque nunca li nada do gênero steampunk e nem tenho muito ideia do que vou encontrar. Segundo pelo fato da autora ter conseguido misturar aspectos, como o sobrenatural, o contexto histórico, etc.
Como sempre, amei a resenha, fiquei ainda com mais vontade. Beijão, Mi

http://www.recantodami.com

Responder

Sarah Lynn - 07 abril 2013 às 14:45

Estou louca pra ler esse livro e a resenha só me deixou com mais vontade ainda de ler!!

Responder

Laura Kienen - 07 abril 2013 às 17:15

Amo livros steampunk e esse me deixou muito curiosa quando li essa resenha, vampiros e lobisomens juntos, romance histórico, e tem também essa capa linda.

Responder

cristiane - 07 abril 2013 às 19:06

Muito legal esse livro heim? O gênero dele já é uma maravilha, adoro livros assim e quando vi o lançamento já fiquei curiosa. Querendo muito ler, que ótimo esse livro!

Responder

Cristiane de oliveira - 07 abril 2013 às 19:40

Gosto muito de romances sobrenaturais e estava precisando mesmo de uma coisa nova como Alma?.
Parece ser bem legal essa mistura toda com estilo vitoriano que gosto muito, acho que nasci na época errada rsrsrsrsrs.
Gostarei muito de saber mais sobre a vida da srta. Alexia Tarabotti e como ela mata um vampiro sendo uma sem alma, muito curiosa com novidades.
A capa não me agradou muito.

Responder

Neny - 07 abril 2013 às 20:33

Adoro um livro que tenha seres sobrenaturais..entre eles vampiros, os adoro, nunca vou enjoar rs, e não sabia que tinha um pouco de steampunke no livro e adorei isso. Ai finalmente uma mocinha que é inteligente e sabe se impor, louca para poder lê-lo, espero que em breve, beijos.

Responder

Luca Weingartner - 08 abril 2013 às 02:46

Já havia me ganhado em “era vitoriana”, me ganhou mais ainda em “steampunk”. E depois que li a resenha e notei um certo feminismo que, parece, estar presente nas entrelinhas do livro, só tive mais vontade ainda de ler.

Parabéns pelo blog e pela ótima resenha. 🙂

Responder

Lucas Farias - 09 abril 2013 às 00:46

Oi Flor*

Adoro a capa desse livro e a sinopse dele me instigou bastante, porém nunca sabia ao certo qual a proposta do livro em si,… rsrs.
Bom, a resenha mega me ajudou nesse caso. 🙂
Achei que esse livro abordando temas sobrenaturais ficou bem criativo e bem construído! hahaha
Adorei a capa e a diagramação do livro. Com certeza está na minha lista de leitura!
Adoro suas resenhas! :}

Um Beijo

Responder

Bianca Remohi - 09 abril 2013 às 17:14

Não gostei mt por ser de lobisomem e vampiro , mas achei interessante o contexto da parte dela !
A capa é linda, parece ser um livro bom, quem sabe me surpreenda ?

Beijos

Responder

Larissa Rocha - 13 abril 2013 às 00:23

Tomara que eu goste desse livro! quero muito ler agora depois da resenha 😀

Responder

Brubs. - 13 abril 2013 às 11:14

vejo muito gente falando desse livro e nunca fui atras para ler uma resenha, a sua é a primeira que leio. E gostei do resultado…Parece ser um bom livro, quem sabe eu leia, vou pesquisá-lo mais ^^
brubs

Responder

Viviane Lucena - 15 abril 2013 às 22:42

Vampiros, fantasmas etc. vivendo entre os humanos, nunca li um livro que tivesse uma história parecida. A protagonista tem cara de ser um pouco engraçada! Gostei muito dessa capa, quando a olhei pela primeira vez fiquei muito curiosa para saber da história! Adorei a resenha!

Responder

Paty M. Castro - 16 abril 2013 às 16:13

Esse livro parece ser muito bom, gostei do fato da personagem principal ser espirituosa e independente para a época que vivia, gostei do perfil da historia e de como ela parece se desenrolar, com as conversas inteligentes e claro, o queridíssimo sobrenatural. 

Responder

Adriana Balreira - 19 abril 2013 às 14:26

Nunca li nada sobrenatural, e essa coisa de sem alma matando vampiros. Deve ser bom! E ainda mais num tempo antigo. Gostei dessa história. Da capa eu amei desde o momento que vi. Agora estou curiosa para saber como é o restante da trama.
Beijos
Adriana

Responder

Thiciane Rodrigues - 19 abril 2013 às 15:50

Fiquei apaixonada por esse livro, a sinopse, a capa, a personagem é tudo perfeito quero ler ele em breve!! Adoro histórias sobrenaturais, é minha paixão 😀

Responder

Andy Lima - 20 abril 2013 às 09:30

Estou louca por esse livro, adoro Steam Punk, adorei essa capa, muito boa a resenha, eu adoro tudo que envolva vampiros e seres sobrenaturais!

Estandy Books – A Estante da Andy

Responder

Tânia Regina - 22 abril 2013 às 23:48

Mais uma história de vampiros, tá na moda. Mas pela resenha acho que vou gostar! Brigadim!

Responder

Manu Hitz - 23 abril 2013 às 08:27

Fiquei tão curiosa com esse estilo Steampunk! Até mesmo sem gostar de histórias sobrenaturais, vampiros e lobisomens, quero ler Alma?, pela proposta diferente. Adorei a mocinha nada convencional numa sociedade certinha.

Responder

Poison Girl - 23 abril 2013 às 18:36

Eu já tinha visto este livro, mas a capa não me atraiu nenhum pouco… Sim, eu escolho os livros pelas capas, mas a resenha me vez ver que ele é realmente bom independente da capa.

Responder

Sabrina - 23 abril 2013 às 20:20

Achei a diagramação desse livro lindissima e a premissa diferente de tudo que andamos vendo por ai. A personalidade da Alexia é bem do tipo que gosto de ver em mocinhas.

Responder

Bárbara Barbosa - 23 abril 2013 às 22:34

Amo o gênero sobrenatural e tô mega doida pra ler Alma?.
Adoro livros com seres sobrenaturais, com um toque de comédia, mistério e claro um romance e creio que “Alma?” tem tudo isso e mais.
Achei interessante é que todos sabem da existência de vampiros, lobisomens e fantasmas e que todos convivem “pacificamente”, porém a base de regras.
O Livro me chamou a atenção e instigou minha curiosidade e interesse. Achei a capa belíssima.
Bjus!!

Responder

Amanda Gabrielly - 24 abril 2013 às 01:32

Esse livro parece ser muito bom, eu não sabia que ele era sobrenatural até ler as resenhas! Fiquei super curiosa para saber como ele é!
Ótima resenha!
Bjs

Responder

Elis Culceag - 27 abril 2013 às 01:27

Oi Thaís!
Nunca li um livro de Steampunk, mas adoro enredos que envolvem vampiros e lobisomens, e estou super curiosa pra saber o que a “sombrinha” tem a ver com o assunto rsrsrs… A história me pareceu criativa e divertida.
Beijos… Elis Culceag.
* Arquivo Passional *

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por