Aquele Verão | Sarah Dessen - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
abril 25, 2013 Falando de Resenhas

Aquele Verão | Sarah Dessen


Resenha: Aquele Verão

Título: Aquele Verão
Autor: Sarah Dessen
Editora: iD
Skoob: Adicione!
Compre o livro: SUBMARINO
Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Há muita coisa acontecendo na vida de Haven… Primeiro, o casamento do pai com Lorna Queen, a “Mulherzinha do Tempo” da televisão local. Depois, o casamento da irmã Ashley com o chato Lewis Warsher, que não parece combinar com Ashley de jeito algum. Haven também não consegue ignorar o fato de ter quase um metro e oitenta e cinco de altura e ainda continuar crescendo. Ela mal consegue ver quem ela é agora ou onde ela pode se ajustar.

Aquele Verão aconteceu quando a irmã de Haven, Ashley, ainda namorava Sumner, seu namorado da época, e todos foram passar uma semana inteira na praia. Esse verão marcou a vida de Haven e era uma das melhores lembranças que tinha, já que, algum tempo depois, aos quinze anos, seus pais estavam separados e seu pai se casaria com a Mulherzinha do Tempo. E muito em breve, Ashley, sua irmã mais velha, se casaria com Lewis, um rapaz completamente diferente de Sumner, e assim sua mãe e Haven ficariam sozinhas.

Para Haven, aquele verão realmente marcou sua vida. Sumner transformava as pessoas ao seu redor, Ashley era mais carinhosa e muito mais legal com ela, seus pais ainda estavam unidos e felizes. Mas algum tempo depois, ela vê sua vida de uma forma completamente diferente daquilo que um dia foi. Agora seu pai estava começando uma nova vida, com uma nova mulher, numa nova casa; sua irmã não dividiria mais o mesmo teto e sua mãe, de uma forma ou de outra, tentava tocar sua nova vida na companhia de Lydia, sua vizinha viúva. E Haven? Ela estava simplesmente presa à uma memória feliz e específica do passado.

Com sua irmã cada vez mais próxima do seu Grande Dia, Haven ia para o jantar de toda quinta-feira com seu pai sozinha. E foi numa desses jantares que Hevan revê Sumner.

Pensei no Sumner correndo pela areia, pegando o disco de frisbee acima da cabeça. Em como ele tornou a Ashley humana, no coquetel de camarão do restaurante do hotel e nas bochechas coradas de papai, ele sorrindo, abraçando minha mãe pela cintura, puxando-a para perto. Lembrei da risada sonora da Ashley e daquele percurso no Fusca com música de praia no rádio e as estrelas no céu, um verão tão novo, com tantos dias ainda a correr, cada um se juntando ao próximo. Eu desejei poder, de algum modo, voltar a vivê-lo de novo, comigo e a Ashley no acostamento esperando e ouvindo o espocar do motor virando a esquina. Eu viveria cada um daqueles dias exatamente igual, quando eu não era maior que uma tampinha.

Depois de ver muitas pessoas falando bem da Sarah Dessen, fiquei empolgada e cheia de vontade de conferir o que ela poderia me reservar. Sem saber muito bem o que acontece nesse livro, por ser seu primeiro título lançado, vi alguns elementos que me agradaram muito, apesar de saber que essa não é sua atual linha de desenvolvimento de livros. Não espere um grande romance e nem algo totalmente cru, espere uma trama um pouco mais real que muitos romances proporcionam. Em Aquele Verão pude ver em Haven, apesar de seu problema, ao meu ver, supérfluo em relação à sua altura, uma característica que todos temos em alguns momentos de nossas vidas: a nostalgia. Ela está num momento de sua vida em que há a transição entre a adolescência e a vida, muito próxima, de uma adulta. Algumas pessoas tiram de letra os problemas, mas outras precisam se agarrar à um momento realmente feliz e às vezes idealizar que esse momento volte a acontecer. Feliz ou infelizmente, a vida, mesmo para um simples personagem, não é assim e Haven tem que ir ao extremo para perceber isso.

Os personagens não são os mais incríveis, mas ainda assim suas características colaboram para a história. Haven é aparentemente muito calma e enfrenta a separação dos pais e os chiliques pré-nupciais da irmã de forma heróica. O que é, ao mesmo tempo, bom e ruim: bom porque ela compreende o outro e ruim porque a torna passível.

Encontrei em Aquele Verão uma personagem que é um pouquinho de mim e acredito que você também encontraria algo semelhante. Apesar desse ser um livro bem diferente do que eu esperava, não desanimei de ler outros títulos, pelo contrário, fiquei ainda mais curiosa para ver a evolução da Sarah Dessen como escritora.



Deixe o seu comentário

32 Respostas para "Aquele Verão | Sarah Dessen"

Luiza Ferreira - 26 abril 2013 às 14:49

Ah.. Não conhecia o livro, mas me encantou.
Quem nunca teve uma história de “verão”. Adorei conhecer o livro 🙂

Beijos, Lu ♥
http://luizando.blogspot.com.br

Responder

Carol - 26 abril 2013 às 19:24

Oi Thaís… dizem que esse livro não é o melhor da autora não porque foi bem o primeiro…
Eu li Lock and key e não gostei as me apaixonei por Just listen… Acho que se tivesse lido esse livro assim de primeira eu não teria ido adiante com a autora não…
Mas eu adorei a sua resenha!
Seu blog está lindo. Parabéns!
Estou te seguindo!

Beijos,
Carol e seus livros.

Responder

Silvana Sartori - 26 abril 2013 às 21:15

Oiee Linda, tudo bem ?
Estava lendo sua resenha do livro, mas ele não me chamou muita atenção não. Achei que a história é meio parada…seila…Pelo menos é a impressao que você me passou, mas eu posso estar enganada também. Só lendo para saber.
Mas sua resenha ficou muito boa. Parabens =]
Se cuida minha linda e tenha um bom final de semana
lovereadmybooks.blogspot.com.br

Responder

Letizia Di Mango - 27 abril 2013 às 07:51

Amei a resenha, estou louca para ser o livro, porque já sei que vou amar a história!

Responder

Isabela Vicentin - 27 abril 2013 às 10:58

Muuita gente fala bem da Sarah Dessen, né? rs Mas eu ainda não consegui comprar nenhum livro dela – nunca estão em promoção ou não fazem parte das minhas prioridades do momento, hehe. Mas sua resenha me mostrou um ponto de vista que me despertou um pouco a atenção, já que eu estou praticamente na mesma “transição de idade” da Haven e com um monte de coisa na cabeça, hahaha. É sempre bom quando a gente se vê em uma personagem, realmente parece que aquilo é mais normal do que nós pensamos. Mesmo com suas três estrelinhas, estou curiosa pra ler o primeiro livro da Sarah.
Beeijos
http://cha-depalavras.blogspot.com.br

Responder

thais lavoratto - 27 abril 2013 às 11:55

ótima argumentação! O livro parece ser super interessante, a resenha realmente me deixou ainda mais curiosa para ler um livro da famosa “Sarah Dessen”. Estou louca para lê-lo.
beijos s2
http://sendomeigacomoslivros.blogspot.com.br/

Responder

Juliana Mendes - 27 abril 2013 às 14:03

Já tinha ouvido falar do livro, mas nunca tinha lido uma resenha dele. Achei a capa bem bonita, simples e bem a cara do título.
Eu gostei da sinopse, apesar de achar que a personagem principal parece ser presa até demais à lembrança daquele verão rs
Mesmo assim, fiquei interessada!

Beijos,
salaodelivros.blogspot.com.br

Responder

Mirelle Candeloro - 29 abril 2013 às 00:33

Eu li uma resenha tão negativa desse livro que fiquei morrendo de medo de lê-lo e detestá-lo. Digamos que a sua resenha amenizou um pouco a situação e me deixou novamente interessada pela história. De qualquer forma quando for lê-lo vou sem criar expectativas, de repente até acabe gostando. Beijos, Mi

http://www.recantodami.com

Responder

Juliana Pires - 29 abril 2013 às 09:48

Leia mais Sarah Dessen, eu simplesmente amo a narrativa da autora. Vi algumas pessoas criticando duramente esse livro, mas mesmo assim eu quero ler. O que eu gosto na Sarah é a forma que ela conduz a história, que leva a várias reflexões, e sempre tem um pouquinho de romance, que sempre deixa um gostinho de quero mais.

bjks

Responder

Solange Antuano - 29 abril 2013 às 09:53

! Eu gosto quando livros fazem a gente pensar (e gosto mais ainda quando eles são livros juvenis).

Responder

Amanda Chieregatti - 29 abril 2013 às 11:20

Eu estou lendo Just Listen, também da autora e estou adorando.
Acredito que o fato de a autora criar personagens reais ao invés de personagens incríveis torna a obra ainda melhor. Como é bom quando no identificamos com os personagens e situações, né?!
Acho que a mensagem que este livro que passar é que todos têm problemas, mas que até mesmo os problemas são efêmeros… para que se desesperar? Os problemas passam…

Adorei sua resenha e, apesar de não ser um livro 5 estrelas na sua opinião, ainda quero arriscar. ^^

Beijos

Responder

Lucas Souza - 29 abril 2013 às 12:32

Oi, Thais, tudo bem?
A capa apesar de simples, é linda e muito chamativa.
Eu adoro romances que trazem a trama para perto do leitor, coisas mais reais, como você citou. Acho que histórias de romances reais, nada de supernaturalidade, deixam o leitor mais empolgado com a leitura. Esse livro já está na minha listinha de futuras leituras *o*
Beijos
Descobrindolivros.blogspot.com.br

Responder

Flavinha - 29 abril 2013 às 13:14

Acho que essa história é um tanto real para muitas de nós, que qdo + novas vivemos momentos e situações bastante semelhantes…

Responder

Rose Ferreira - 01 maio 2013 às 18:57

Achei linda a história! Eu quero!

Responder

B. Martinez - 01 maio 2013 às 22:45

Woow, parabéns pela resenha!
Apesar de , como você citou, o romance ser meio “cru” e superficial, gostei bastante do enredo, e adoro aqueles livros da qual você se identifica com a personagem! ^^
Beijocas! :*

http://meuuniversox.blogspot.com

Responder

Laura Kienen - 02 maio 2013 às 14:01

Acho que férias de verão tem tudo pra dar um ótimo livro, quem nunca teve um amor de verão, ou até fez uma amizade que não acabou depois da viajem? Estou em uma ressaca literária, cansada de livros sobrenaturais, e coisas muito sem noção, li Nicholas Sparks pra tentar acabar com essa ressaca, espero que Aquele Verão me ajude também.

Responder

Cibele Santos - 02 maio 2013 às 18:21

Ainda nao li o livro dessa autora,li a resenha e gostei da historia……….

Responder

Giovanna Appel - 03 maio 2013 às 22:52

Histórias de verão, são sempre as melhores *-*
Adorei, parece ser muito interessante. Pelo que parece o livro se passa como se fosse um passado, por conta do namorado anterior da irmã.
Adoro livros em que nós achamos características semelhantes as nossas nas personagens ^^
Já quero ler!!!

Responder

Vanessa Llona - 04 maio 2013 às 12:08

Também ouço falar muito bem dessa autora, mas nunca li nada dela, esse não parece ser um dos melhores livros que ela escreveu, mas sim uma coisa mais simples para distração. Achei o tema interessante, com a separação dos pais e o iminente casamento da irmã.

Responder

Charlene Santos - 06 maio 2013 às 18:55

Sempre vejo as meninas do Psycobooks falar bem da Sarah Dessen, tenho uma pequena curiosidade de ler algo da autora, mas algumas pessoas não gostam. Eu tenho esse problema de não gostar do que os outros gostam, aconteceu com a Emlily Giffin.
Mas um trecho da sua resenha “espere uma trama um pouco mais real que muitos romances proporcionam”, me deixou curiosa e com vontade de ler o livro.

Responder

Ivi Campos - 08 maio 2013 às 08:42

Depois que li sua resenha fiquei com a sensação que este livro deve ser lido no verão, quase como uma lição de férias. Quero ler porque ouço maravilhas sobre a narrativa da Dessen.

Responder

Thais - 08 maio 2013 às 09:40

Eu adoro os livros de Sarah Dessen,ainda não li esse livro, já tinha ouvido falar dele, mas nao me interessei muito naquele momento. Depois de ler sua resenha fiquei curiosa para lê-lo.

Responder

Gisela Menicucci Bortoloso - 11 maio 2013 às 18:20

Nunca li nenhum livro desta autora mais só vejo elogios sobre ela. Estou aguardando uma oportunidade para ler algo dela. Eu posso muitos momentos de pura nostalgia na minha vida, principalmente quando leio livros que me remetem ao passado, mas ver isso em uma adolescente é um pouco diferente.
Bem, estou participando da promoção e quem sabe esta não vai ser minha grande oportunidade de conhecer a Sarah?
Gisela
@lerparadivertir
LerparaDiverir

Responder

Adriana Macedo. - 11 maio 2013 às 20:59

Não li nada da autora ainda ,mas quem leu me fez otinos elogios, quero muito ler ,não s´este mas os outros tambem, uma pena serem tão caros.
Bjs
Adriana
http://meupassatempoblablabla.blogspot.com.br

Responder

Nardonio - 14 maio 2013 às 14:17

Essa é a primeira resenha que leio desse livro, mas já li resenhas de outros livros da autora. Até que achei essa trama bem interessante e palpável. Realmente todos nós já tivemos, ou temos esses momentos de nostalgia. Gostei bastante e espero ter a oportunidade de ler em breve.

@_Dom_Dom

Responder

Meios Dias Gastos - 20 maio 2013 às 00:23

Esse livro parece ser muito interessante, e bom. Até pelo que você mencionou de não ser um “romance que estamos acostumados a ler”, e nostalgias é um sentimento que todos tem, a toda hora. Fiquei com vontade de ler.

BeeijOs

Responder

Cristiane de oliveira - 20 maio 2013 às 07:21

Estou muito curiosa pra ler algo da Sarah também, vejo todo mudo gostando e ainda não tive essa oportunidade.
As histórias que se passam no verão são os melhores e ainda que com lembranças do passado são ótimas é tudo que eu gosto.

Responder

Jamilly Mayara - 20 maio 2013 às 19:58

Parabéns pela resenha. Gostei muito do livro, não tinha ouvido falar dele, mais pela sua resenha fiquei super curiosa.

Beijos =*

Responder

Mylene Leme - 22 maio 2013 às 19:38

Achei meio paradão, mas nossa!! Adorei essa capa, eu vou arriscar ler só por causa da capa rsrs, já que não deu pra tirar a melhor das conclusões sobre a história. Um beijo e para ressaltar sempre, lindo blog!!!

Responder

Juliana Faria - 24 maio 2013 às 18:15

Amei a resenha! Já ouvi falar do livro, mas nunca li nenhuma resenha até ler a sua aqui! Me interessei pela história.
Fiquei curiosa hehe

Beijinhos

p.s: seu blog é maravilhoso

Responder

Amanda Lima - 26 maio 2013 às 20:13

Eu realmente não sou de ler livros assim, mas me identifiquei de certa forma com a vida descrita: nostalgia, nem criança, nem adulto. Espero conseguir ler, não é o tipo de livro que chama a atenção de primeira, mas parece interessante. Ótima resenha 🙂

Responder

Rodrigo Lessa - 26 maio 2013 às 21:42

Parece que o livro é legal, mas não tãaaaao interessante assim, espero poder le-lo para poder falar algo concreto e não superficial, não sei.. Preciso de suspense, preciso que me surpreenda!

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por