Resenha: Confissões de um Turista Profissional - Kiko Nogueira - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
janeiro 26, 2012 Falando de Resenha

Resenha: Confissões de um Turista Profissional – Kiko Nogueira


.

Autor: Kiko Nogueira
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Compare preços
Skoob: Adicione!

Quem gosta de viajar, e viaja mesmo (isto é, não faz turismo pra inglês ver), sente uma vontade danada de falar a verdade sobre os lugares que visitou.
Coisas como: vale a pena todo aquele trabalho no Louvre para não ver a Monalisa? Existe algum lugar mais insalubre do que uma barraca de praia no Nordeste? Ou ainda: por que o Brasil precisa de mais uma obra de Oscar Niemeyer, o veterano arquiteto que deixa um rastro de concreto aonde quer que vá?
Mas falar essas coisas é, no mínimo, tornar-se um chato. Pois Jota Pinto Fernandes, alter ego de Kiko Nogueira, é o chato que vive em cada viajante.

O livro “Confissões de um Turista Profissional” é bem fininho, tem em torno de 35 contos criados por Kiko Nogueira que tem como alter ego Jota Pinto. Apesar de ser curto, foi um livro verdadeiramente gostoso de se ler. Kiko, de uma maneira bastante sincera e divertida, mostra o lado positivo e negativo de determinados locais do mundo como o Rio de Janeiro e EUA, mas além de mostrar estes locais, ele nos apresenta também a problemática das favelas, da economia e muitos outros.

Fiquei extremamente encantada com a forma verdadeira e autêntica que o autor explica os fatos. E foi desta forma que me identifiquei e revi alguns problemas que são caracterizados aqui no Rio de Janeiro, posso destacar as questões ligadas às favelas e o turismo sexual. Mas não só no Rio de Janeiro, também em Porto Seguro, São Paulo etc.

Além de me divertir e rir de determinados assuntos, consegui aprender, isso mesmo, aprender, sobre o portunhol, “são várias línguas de fronteira, praticadas nas bordas do Brasil com os demais países da América do Sul”, e conheci também a Panair, uma das, aparentemente, melhores companhias aéreas de todos os tempos.

Para as pessoas que querem viajar e gostariam de saber a realidade de determinados locais e dicas, este é, com certeza, um dos melhores guias de viagem que existe afinal de contas, o autor teve coragem de dizer aquilo que os outros guias não falam. Vale a pena dar uma lidinha!

Vocês que leram, o que acharam? E quem ainda não o leu, gostaria de ler? (:



Deixe o seu comentário

9 Respostas para "Resenha: Confissões de um Turista Profissional – Kiko Nogueira"

Cynthia. - 26 janeiro 2012 às 23:42

Não sei se seria uma turista profissional até mesmo por ter muita preguiça, hehe. Mas quando visito os lugares, gosto de ver um pouco de tudo, e não apenas o que está nos guias turísticos. Conhecer como a cidade é de verdade, ver os lugares que as pessoas frequentam, conhecer as lojas e botecos do dia-a-dia. Gosto de livros curtos e contos, quando vi o título desse livro, já me interessei. Não me lembro se cheguei a ler uma resenha completa desse livro até agora, e confesso que fiquei bastante intrigada e com vontade de conhecer o livro e as histórias que ele conta 🙂 Algo que vai um pouco além do que é o turismo e conhecer uma cidade. Espero um dia poder conferir de perto todas as palavras dessa obra!

Um abraço.
ninanoespelho.blogspot.com

Responder

Nana Guimarães - 27 janeiro 2012 às 10:03

HAHAHAHAHA Eu gosto de livros assim,mas fiquei atraída pelo livro quando você destacou as questões ligadas às favelas e o turismo sexual,eu gosto de ver a opinião dos demais sobre esse assunto,acho que serei uma boa sociologa rsrsrs adoro questionar,perguntar e etc rsrsrs.
Uma resenha leve,simples e objetiva!
Parabéns…
http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/

Responder

Yasmin Cordeiro - 27 janeiro 2012 às 11:37

Amoo viajar.. Muiito mesmo,! Esse livro parece bem legal.. Quero lê-lo.. não custa nada não é? E 35 contos sobre viajem deve ser muito bom de se ler..
Beijos,
Yasmin – Living and Learning

Responder

Jacqueline Braga - 27 janeiro 2012 às 12:19

Gosto de livros curtinhos que me façam dar risada, esse já esta na minha listinha.
Bjos

Jack do @Mybooklit

Responder

Lara Duarte - 27 janeiro 2012 às 13:03

Oii
Amo viajar, esse livro parece bem legal, fiquei com vontade de ler!!

passa lá no blog, tem selinho pra ti!
http://lara-duarte.blogspot.com/2012/01/selinhos-e-sorteio.html

beijoos

Responder

Anna Carolina Schermak Alves - 27 janeiro 2012 às 15:30

Huum, vim retribuir o comentário, e depois de tanto tempo, mas ah, essa vida anda tão corrida.
Huum, acho livros sobre turistas, viagens sempre interessantes, li um sobre um manual de sobrevivencia em SP da Casa da Palavra super interessante.
Eu leria sim o livro, mas não sei se agora.
Um beijo Thaís.

http://www.pausaparaumcafe.com.br

Responder

Tsu - 27 janeiro 2012 às 20:46

Oi Thaís!
Sabe eu quero conhecer o Louvre mas não para ver a Monalisa, ela não é minha prioridade..minha prioridade é aquela piramide MARAVILHOSA da entrada *.*
AHSAHSHA NÉ? Eu também me pergunto como qualquer uma das autoras presentes em Formaturas Infernais podem ser classificadas como escritoras de terror! E o pior que isso está descrito na sinopse do livro @_@. As editorastem investido nesse gênero simplesmente porque é algo rentável…o público gosta da mesmice e das fórmulas manjadas com final “perfeito” ao fim. Se colocar algo mais pol~emico ou chocante, além de real, ai sim elas surtam kkkk. Já falei que se essa gurizada lesse Anne Rice ou Allan Poe iam sair com graves problemas mentais @_@..tipo o cérebro ia fundir enquanto tentassem interpretar as obras.
bjs

Responder

Marco Antonio - 28 janeiro 2012 às 17:05

Boa noite,

Gostei muito do livro e me diverti bastante com ele, gostei bastante da sua resenha, parabéns…abçs.

http://devoradordeletras.blogspot.com/

Responder

Celly Borges - 01 fevereiro 2012 às 10:45

Não conhecia esse livro, parece interessante, vai para a lista. =)

Gostei do seu blog, estou seguindo, e vou acompanhar sempre ^.^

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por