Resenha: Deslembrança | Cat Patrick - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
junho 16, 2012 Falando de Editora Intrínseca // Resenha

Resenha: Deslembrança | Cat Patrick


.

Título: Deslembrança

Autor: Cat Patrick

Editora: Intríseca

Skoob: Adicione!

Classificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Assim que vi a sinopse do livro, fiquei super curiosa para saber o que ele reservava. Demorei um pouquinho para lê-lo pela quantidade de livros que tenho na listinha de espera e hoje terminei.
O livro é centrado na vida nada comum de London. Ela é uma adolescente aparentemente normal, que vai à escola e tem uma melhor amiga, daquelas para a vida inteira, a Jamie. Mas há uma pequena diferença que a torna realmente especial: todos os dias, às 4:33 ela perde completamente a memória do seu passado e as únicas lembranças que restam são do futuro, sobre coisas que ainda vão acontecer. Curioso, não? Daí você pode tentar imaginar como ela consegue entender e “lembrar” coisas que fez antes de dormir. Simples! Ela sempre escreve bilhetes antes de dormir relatando coisas importantes que aconteceram durante seu dia e coisas que ela deve fazer no dia seguinte e os lê quando acorda.

27/10 (quarta)

Roupas:
– Cardigã preto com regata amarela por baixo
– Levi’s desbotado

Escola:
– Prova de matemática (ler capítulos 5 e 6 antes de ir para a escola)
– Baixei algumas amostras legais de logos para o projeto de design gráfico (na mochila)
– Temrinar trabalho de inglês e imprimir antes de sexta-feira

Nesses dias de perda e recuperação de memória, através dos bilhetes, London conhece Luke, um rapaz de olhos azuis encantadores, super fofo e carinhoso. O maior problema desta relação é que London esquece seu menino encantador todos os dias às 4:33. E pior de tudo é que ele também não aparece em suas memórias do futuro. Mas London não liga para isso, em um segundo momento, e todos os dias Luke consegue fazê-la se apaixonar por ele com seu jeito e gestos.
Aí você pode pensar que o livro é idêntico ao filme “Como se fosse a primeira vez”, com Adam Sandler, mas, além das lembranças do futuro de London, ela tem uma lembrança do futuro específica bastante obscura e é aí que muita coisa em sua vida começa a mudar.

Eu simplesmente amei o livro! London é muito cativante e também super determinada a não deixar sua “situação” atrapalhar sua vida nem a de ninguém que a rodeia. E o fato de Luke não se importar pelo fato de fazer a garota que ele ama se apaixonar por ele é super fofo e todos os dias ele a cativa de uma forma diferente, simples e singela, mas diferente. A única coisa que me incomodou um pouco foi o final, pois a história ficou… incompleta. Vi que muita gente achou que teria um próximo livro, mas na 1ª Turnê da Intrínseca, a Heloiza nos disse que a autora não falou nada de um segundo livro.



Deixe o seu comentário

7 Respostas para "Resenha: Deslembrança | Cat Patrick"

Letícia Iauch - 16 junho 2012 às 16:25

Ei Thaís!

Eu quero muito ler esse livro! A capa é linda, e a história parece mesmo ser muito fofa *-*
E é verdade, não fosse pelo fato de ela “ver” o futuro, me lembraria demais “Como se fosse a primeira Vez” (e lembra, de fato HUSHUA).
Poxa, que pena o final ser incompleto :/

Bjoos’
Lets

Responder

Júlia Galo - 16 junho 2012 às 20:24

Sério que não é como “Como se fosse a primeira vez”? 🙁 Não em cansaria nenhum pouco se tivessem mais semelhanças além da perda da memória diária da mocinha. Muito boa a resenha! 🙂

Responder

Liíh - 17 junho 2012 às 21:43

Obrigada pela visita Thaís!

Beijos ;*

Responder

Camila Bezerra - 17 junho 2012 às 22:06

Estou bem curiosa para ler esse livro. Realmente me fez pensar muito em “Como se fosse a Primeira Vez”. Adorei sua resenha, parabéns!
Bjão!
Camila – Meu Livro Cor-de-Rosa
http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

Responder

Emmy - 18 junho 2012 às 23:27

Oi, Thaís!
estou louca para ler esse livro. dá ultima vez que fui a livraria não resisti e li o primeiro dele lá mesmo rs, fiquei encantada de cara com ele só pela capa e quando li a sinopse fiquei bastante curiosa!
beijos chuchu!

Responder

Ni - 21 junho 2012 às 15:44

Nossa! Concordo que o final é incompleto, mas achei, na verdade, que o livro inteiro é incompleto! Eu estava super curiosa para saber como era, por exemplo, se apaixonar todos os dias pelo mesmo garoto, conhecê-lo todos os dias, saber como era ver as mesmas coisas com um olhar novo… Todos os dias. Mas a autora poupou tantas descrições… Senti que faltou um pedaço inteiro da história. Não gostei do livro, não achei a London cativante, o Luke é fofo, mas… Faltou alguma coisa.
Beijos! Ni
http://www.ninhadaliteraria.com

Responder


Thaís Cavalcante
junho 21st, 2012 em 15:51
respondeu:

Pois é, Ni… Olhandopor este lado de como seria se apaixonar pelo mesmo menino todos os dias e outras descrições que não estão presentes no livro, realmente ele é todo incompleto, mas acho que esse não foi o objetivo da autora, sabe? Mas acredito que se o livro fosse um tipo de diário da própria London, acredito que seria mais pessoal, não acha? Encontraríamos essas explicações e descrições.

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por