Resenha: Tão Mais Bonita | Cara Hoffman - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
agosto 29, 2012 Falando de Cara Hoffman // Editora Intrínseca // Resenha

Resenha: Tão Mais Bonita | Cara Hoffman


Título: Tão Mais BonitaAutor: Cara HoffmanEditora: IntrínsecaSkoob: Adicione!Compare preços: Clique aquiClassificação: EstrelasEstrelasEstrelasEstrelasEstrelas

Haeden é uma pequena cidade no norte do estado de Nova York que tem como principal empregadora uma fábrica de laticínios. Seus habitantes são pessoas que fincaram raízes por lá e nunca mais foram embora – pessoas que não gostam muito de forasteiros. É o caso da família Piper, que fugiu da confusão da cidade grande com sua precoce e encantadora filha, Alice, procurando um novo começo, e de Wendy White, uma mulher doce e caseira, que desapareceu misteriosamente. Recém-chegada a Haeden, a repórter Stacy Flynn decide reconstituir a vida de Wendy, que fora assassinada, organizando todos os fragmentos que encontra na tentativa de solucionar o caso. Ela escreve um apaixonado artigo para o jornal local, que desperta em Alice o desejo de também investigar o crime. Enquanto Alice e Flynn, separadamente, observam as pessoas ao redor em busca do assassino, o destino de Alice é entrelaçado para sempre ao de Wendy, quando um segundo crime abala as estruturas da cidade.

Esta resenha era para ter saído ontem, mas como vocês devem ter percebido, acabei me animando e mudei o layout do blog. Acho que ontem foi o dia e a inspiração veio. Eu gostei! O que vocês acharam? Sem mais delongas, vamos à resenha!

Em “Tão Mais Bonita” conhecemos o casal Piper, Clare e Gene, que resolvem se mudar para uma cidadezinha bem pacata de Nova York, Haeden, onde viveriam em comunidade e seria um ótimo lugar para criar a filha, a pequena Alice. Com o passar dos anos, Alice cresce com os livros e pensamentos que os pais tinham em relação à sociedade e o modo de viver. Alice torna-se uma pessoa extremamente inteligente, questionadora, bonita e excelente atleta. Assim, todos, principalmente seus pais, percebem que fizeram a escolha certa para a vida da filha ao se mudarem para Haeden. Mas nem tudo nesta cidadezinha tão pacata é como se imagina.

O que sabemos sobre Alice Piper? Tecnicamente, ela é um gênio. O QI é de 158. Obteve 2.300 pontos no Exame de Aptidão Escolar. É atleta. Agora, pense no que isso significa. Pense no que isso significa para uma garota em Haeden.

Wendy White, também moradora de Haeden, desaparece, do dia para noite, sem aviso. Wendy que era uma menina caseira, pacata e que estava satisfeita em viver como vinha vivendo. Não havia explicação lógica para seu desaparecimento. A única explicação dada é por seu atual namorado Dale, que a pedira em casamento e logo depois, ela desapareceu. Será que teria ficado assustada? Será que foi contar para suas amigas? Não, infelizmente não. Alguns meses depois Wendy é encontrada morta na beira da estrada e ninguém sabe quem a poderia ter matado. Tomada por este acontecimento e com uma reportagem incrível sobre homicídios de mulheres feita Flynn, Alice questiona ainda mais a sociedade que está vivendo, o custo-benefício das atitudes do homem. E toma suas próprias decisões…

Calma! Não tem nenhum spoiler do livro na resenha. Realmente a morte de Wendy é afirmada desde o começo, mas os detalhes sórdidos são dados na continuação da leitura. “Tão Mais Bonita” é um livro para ser lido com atenção, não por ser difícil, mas porque faz menção ao passado e presente dos personagens muito rapidamente. A cada capítulo conhecemos a visão de um determinado personagem, sobre o que está pensando e como ele agirá ou agiu. Além disso, possui dados jornalísticos, como entrevistas. É uma leitura muito parecida com “A Visita Cruel do Tempo”, onde as vidas das pessoas estão intrinsecamente ligadas, principalmente por se passar em uma cidade pequena, o que facilita conhecer ou deduzir sobre a vida do outro.

A autora conseguiu mostrar o que poucas pessoas conseguem em relação à violência. Infelizmente não posso dar muitos detalhes sobre o que penso quanto isso, porque posso dar muitas pistas do que acontece no livro. Mas nos EUA, a violência é tão massificada, divulgada que as pessoas acabam tendo pensamentos que elas mesmas não sabia que eles, de certa forma, existiam. Um exemplo claro disso é o caso de Columbine, a mídia começou a falar tanto disso que casos como este foram apenas aumentando. Ademais, Cara Hoffman mostrou que a maldade não está nos lugares, mas sim nas pessoas.

Fiquei muito feliz pela escolha que fiz sobre esse livro. “Tão Mais Bonita” tem de tudo um pouco: esperança, revolução, denúncia e surpresas. Vale a atenção e a leitura.



Deixe o seu comentário

13 Respostas para "Resenha: Tão Mais Bonita | Cara Hoffman"

Michelle - 30 agosto 2012 às 13:05

Não aguentei de curiosidade e tive que voltar aqui para ler a resenha. A história é totalmente diferente do que eu imaginava! Gostei!
bjo

Responder

Mariana Siqueira - 30 agosto 2012 às 18:35

Me deixou curiosa para ler.. nem imaginei que havia suspense em Tão Mais Bonita, realmente imaginei outra história quando vi a capa, e especialmente pelo título.. rs
Vou virar uma seguidora assídua daqui Thaís 😉

Mil beijos ;*

Responder

Gabriela Orlandin - 31 agosto 2012 às 00:09

Eu não imaginava isso para esse livro, e fiquei um pouco interessada em ler. Só um pouco interessada porque os livros que necessitam muito da minha atenção são, pra mim, bem difíceis de ler – já é difícil eu me acostumar pra ler chick lit, por exemplo, imagine! ^^
Eu gostei da forma como são mostrados os pensamentos dos personagens, mas não gosto muito quando as narrativas de passado e presente se passam muito rápido.
Enfim, acho que não é beeeem o meu estilo preferido 🙂
Beijo.

E aaaaaa! Feliz aniversário!!! Já passou da meia noite, então é 31/08! Muitas felicidades, muitas realizações em sua vida, desejo que seja sempre muito, muito feliz, porque você é uma pessoa que merece toda a alegria do mundo! Te adoro, feliz aniversário!

Beijo de novo ^^

Responder


Gabriela Orlandin
agosto 31st, 2012 em 0:13
respondeu:

Obs: meu namorado engraçadinho mandou um abraço de feliz aniversário e pediu onde você vai fazer a festa de debutante e se você vai convidar a gente. Haha! Foi ele quem disse, não eu, briga com ele! xD

Responder

Jacqueline Braga - 31 agosto 2012 às 11:34

Oie Thaís
Não imaginava que esse livro tratava de violência e morte, e partia pro lado supense.
Fiquei hiper curiosa para saber o que aconteceu com a menina e também o que irá acontecer com a Alice.
Muito boa sua resenha
bjos

Responder

Mari Alencar - 31 agosto 2012 às 12:52

Quando você mostrou o quote eu fiquei imaginando do que se trataria esse livro. Agora com a resenha fiquei ainda mais curiosa para ler. kk
Beijão!

Mari – http://leitorete.blogspot.com

Responder

Camila Sousa - 31 agosto 2012 às 15:39

Oie adorei seu cantinho, muito interessante e criativo.
Já sou super seguidora.
Dar uma visitinha e segue meu blog também.
belezaempotencial.blogspot.com
Beijos

Responder

Patricia Jabour - 31 agosto 2012 às 16:04

Ahhh =)
Vi no blog da Gabi um comentário seu dizendo que hoje é seu aniversário 😀
Então, parabéns! Muita felicidade, sucesso, amor, paz, … , e muitas leituras ;D
Que Deus e Nossa Senhora te abençoem sempre 😉

Responder


Thaís Cavalcante
agosto 31st, 2012 em 16:36
respondeu:

Oi Patricia!

Poxa, muito obrigada pelos parabéns! De verdade!

Muitas leituras sempre, tanto para mim quanto para você. \o/

Responder

Thami - 31 agosto 2012 às 22:03

Eu participei dessa cortesia, não sei se já saiu o resultado. Eu tinha lido a sinopse e a resenha e achei bem interessante o livro, por ser uma história meio que diferente do que a maioria apresenta.

Beijos!
http://like-paradise.blogspot.com.br/

Responder

Letícia Iauch - 01 setembro 2012 às 12:00

Ei Thaís!

Eu sou doida por esse livro, desde que li a primeira resenha sobre ele. E agora com essa sua resenha minha vontade de lê-lo só intensificou!
Acho muito legal quando um livro pede essa atenção, para que não nos percamos na leitura; significa que ele tem as pontas muito bem amarradas, geralmente.
E eu, que adoro um misteriozinho, por menor que seja, sinto que vou adorar Tão mais Bonita!

Bjoos’
Lets

Responder

Kéziah Raiol - 03 setembro 2012 às 12:06

Oi querida, tudo bom?
Retribuindo a visita e amei seu blog *-*
Parabéns pela resenha, os livros da editora Intrínseca arrasam sempre!

Beijos!
paixaoliteraria.com

Responder

Tahis - 03 setembro 2012 às 13:14

Olá Thais (chara) rs’
Obrigada pela vista no meu blog!
Parabéns pela resenha, esse livro esta na minha lista de leituras, mas como tem tantos na frente, vai demorar um pouquinho!
Adorei a resenha!

Beijão!
http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por