Top 5: Dia Nacional do Livro - Pronome Interrogativo • Blog e Canal •
outubro 29, 2012 Falando de Listas Literárias // Top 5

Top 5: Dia Nacional do Livro


Peço primeiramente desculpas por ainda não ter postado a resenha do livro que estou lendo e também, porque nesta última semana as atualizações do blog ficaram um pouco desfalcadas. Isso é culpa das universidades daqui do Rio de Janeiro que decidiram abrir inscrições para o mestrado uma atrás da outra e estou criando pré-projeto atrás de pré-projeto. Ontem mesmo foi um dia que passei escrevendo para criar um outro pré-projeto e entregá-lo hoje.

Enfim, vamos ao que realmente interessa. Hoje é o dia nacional do livro! Vocês sabem o motivo desta data ter sido escolhida? Bom, no dia 29 de outubro de 1810 a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para o Brasil, quando então foi fundada a Biblioteca Nacional e esta data escolhida para o dia nacional do livro. O Brasil passou a editar livros a partir de 1808 quando D.João VI fundou a Imprensa Régia e o primeiro livro editado foi “Marília de Dirceu”, de Tomás Antônio Gonzaga.

Já que hoje é a festa nacional, que tal um Top 5 com os livros nacionais que nem eu e nem ninguém deve deixar de ler? Vamos conferir!

Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.

Isabel já pretendia se casar com Gilberto quando foi surpreendida: Carlos, seu ex-noivo, que foi lutar na Itália e dado como morto, voltou depois de cinco anos, cheio de amor cobrando o compromisso. Mas Isabel não quis. Carlos sofreu e se revoltou, contudo não desistiu. Inconformado com a nova realidade, utilizou a raiva para recuperar todos os anos que a guerra havia roubado de sua juventude. No decorrer desta história apaixonante, passada entre Brasil e Itália, logo após a segunda guerra mundial, descobrimos que, dependendo das atitudes de cada um tudo pode mudar, mas sempre, em todos os casos, a sabedoria da vida prevalece, sempre nos trazendo o melhor.

Nova Ether é um mundo protegido por poderosos avatares em forma de fadas-amazonas. Um dia, porém, cansadas das falhas dos seres racionais, algumas delas se voltam contra as antigas raças. E assim nasce a Era Antiga. Essa influência e esse temor sobre a humanidade só têm fim quando Primo Branford, o filho de um moleiro, reúne o que são hoje os heróis mais conhecidos do mundo e lidera a histórica e violenta Caçada de Bruxas. Primo Branford é hoje o Rei de Arzallum, e por 20 anos saboreia, satisfeito, a Paz. Nos últimos anos, entretanto, coisas estranhas começam a acontecer… Uma menina vê a própria avó ser devorada por um lobo marcado com magia negra. Dois irmãos comem estilhaços de vidro como se fossem passas silvestres e bebem água barrenta como se fosse suco, envolvidos pela magia escura de uma antiga bruxa canibal. O navio do mercenário mais sanguinário do mundo, o mesmo que acreditavam já estar morto e esquecido, retorna dos mares com um obscuro e ainda pior sucessor. E duas sociedades criminosas entram em guerra, dando início a uma intriga que irá mexer em profundos e tristes mistérios da família real. E mudará o mundo.

É o primeiro livro de uma trilogia repleta de amor, música e amizade. Amanda é popular na escola e os amigos do seu amigo de infância são considerados os ‘marotos’ do pedaço por desrespeitarem as regras. Tudo ao seu redor acaba desmoronando quando um amor mal resolvido volta à tona e a sua amizade é posta em prova. Se não bastasse, seu diretor resolve dar bailes aos sábados e uma misteriosa banda mascarada foi convocada pra tocar. Mas suas letras dizem tanto sobre ela… Afinal, quem são esses mascarados de Sábado à Noite?

EXISTEM PESSOAS NORMAIS em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais. Existe uma explicação para isso. Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se. Causando loucura. E MORTE.

Dentre os livros do nosso Top 5 de hoje, li apenas “Sábado à Noite” na edição independente da Babi Dewet, mas espero lê-lo novamente nesta nova edição. Quais os livros nacionais entrariam na lista de vocês?


Deixe o seu comentário

6 Respostas para "Top 5: Dia Nacional do Livro"

Mariana Saldanha - 30 outubro 2012 às 09:14

Ai eu AMOO o Inverno das Fadas e li recentemente, é realmente muito bom e recomendo com certeza, me surpreendi bastante com ele porque geralmente só leio livros de americanos e esse foi um dos poucos livros brasileiros que li e me apaixonei!
Beijos

Moda Passo a Passo

Responder

Isadora Ferreira - 30 outubro 2012 às 17:43

Eu AMO Dragões de Éter e Sábado à Noite. Infelizmente, da lista, eu só li esses. Mas estou louca para ler O Inverno das Fadas e A Batalha do Apocalipse. Fico muito contente e orgulhosa de ver que os autores brasileiros estão cada vez mais se destacando no mercado literário, que aqui é dominado pelos autores estrangeiros, o que eu acho muito muito muito errado.
Beijos
http://sonhodebiblioteca.blogspot.com/

Responder

Letícia Iauch - 30 outubro 2012 às 19:41

Ei Thaís!

Devo te pedir desculpas pelo meu breve sumiço! Estudei bastante essas semanas que se passaram para uma prova de bolsa para o cursinho e para o enem, que está batendo na minha porta. Não é “O” ano para mim, mas já estou treinando, rs.
Enfim, dos livros citados “li” apenas A Batalha do Apocalipse. Eu adoro épicos, mas sempre sinto uma enorme dificuldade para lê-los. Estou na página 200 ainda, rs.
Lerei a trilogia de Dragões de Éter em breve, espero que ainda esse ano!

Bjoos’
Lets

Responder

Alice Aguiar - 30 outubro 2012 às 21:09

gente eu tenho o inverno das fadas, mas ainda na li
xp

Responder

Carolina Santana - 09 novembro 2012 às 11:15

Amei as sinopses, principalmente desse A Batalha do Apocalipse, foi o que mais me chamou atenção, vou procurar por aqui ou então tentar baixar pra ler.
Beijos

Responder

Lorena Rocco - 09 novembro 2012 às 17:25

Não li nenhum desses. Ainda.
Quero muito Equinócio e Sábado a noite!

É legal isso de incentivar a leitura de autores nacionais, falta incentivo no Brasil para isso.

Beijo!
http://www.milalices.com.br

Responder

Instagram

Pronome Interrogativo • Blog e Canal • • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por